como reduzir os custos de produção

Como reduzir os custos de produção na indústria em 4 passos

Sem um controle adequado de gastos, a implementação de um sistema de produção eficiente não é viável. As principais maneiras de como reduzir os custos de produção na indústria são diminuir os custos com materiais, escolher bons fornecedores, conhecer os custos da fábrica, trocar desperdício por uma boa gestão, eliminar acidentes, reduzir custos com manutenção e capacitar colaboradores.

Isso ocorre porque, quando os custos são muito elevados, eles acabam engolindo demasiadamente as margens da indústria. Um problema que — ao longo do tempo — pode até mesmo comprometer a sua viabilidade. Felizmente, muitas soluções existem para esta situação, mas a empresa precisa tomá-las o quanto antes!

Pensando nisso, preparamos este conteúdo para ajudar você a organizar as finanças de sua companhia e saber como reduzir os custos de produção. Leia o artigo e descubra!

Para complementar essas estratégias, também é fundamental manter um alto nível de controle de qualidade. Isso não apenas garante que seus produtos atendam aos padrões necessários, mas também pode ajudar a identificar áreas de melhoria e reduzir desperdícios adicionais. Não deixe de conferir nosso post sobre controle de qualidade para obter mais insights valiosos!

Reduza os custos com materiais

Não é possível imaginar a operação de uma indústria, independentemente de seu porte ou área de atuação, sem os insumos. Afinal, a companhia precisa dos insumos para produzir os produtos diariamente. Justamente por este motivo, é fácil perceber que o preço dos materiais afeta diretamente o orçamento da indústria.

Por essa razão, o ideal é que a companhia tenha acesso a matérias-primas de alta qualidade por um preço que se encaixe em seu orçamento. Uma tarefa que exige um plano de compras bem estruturado. Tal plano deve ser capaz não apenas de identificar o fornecedor ideal, mas também de negociar condições adequadas para que os preços dos materiais se tornem mais convidativos.

Neste contexto, é possível que a indústria precise adquirir um enorme volume de matéria-prima para alcançar um desconto interessante. É importante que os líderes tenham em mente, porém, que diversos fatores podem afetar estes materiais, de modo que a sua preservação demanda uma armazenagem adequada.

Outro ponto a ser considerado é que, durante a produção industrial, uma quantidade relevante de insumos costuma ser perdida graças a problemas como gargalos, falhas em processos produtivos ou defeitos em máquinas.

Os gestores precisam entender que sempre que ocorre essa perda, a empresa também perde o capital investido nos materiais. Para evitar esse tipo de situação, os líderes precisam identificar e eliminar cada fonte de desperdício. O que exige uma gestão de materiais inteligente.

Escolha bons fornecedores

Sim, um fornecedor capaz de oferecer insumos a um preço competitivo é importante. Mas, é fundamental que os líderes tenham em mente que o preço não é o único fator relevante. Por exemplo, se uma indústria comprar matéria-prima ruim por um preço abaixo do mercado, a qualidade dos itens tende a ser inferior, e isso pode significar a perda de vendas no mercado.

Isso sem mencionar que o insumo ruim pode danificar o maquinário enquanto é processado. Uma situação com o potencial de gerar ainda mais prejuízos para a empresa, sem contar no tempo de produção parado!

Além da qualidade, outro fator importante para um fornecedor é a capacidade de manter o cronograma de entregas. Isso ocorre porque, se um fornecedor deixar de entregar no prazo certo, a indústria simplesmente pode ficar desabastecida, prejudicando a produtividade e, consequentemente, a lucratividade final.

Nessa condição, manter sua produção se tornaria inviável, de modo que ela mesma se veria forçada a adiar seus prazos de entrega. Um problema que afetaria negativamente a imagem dela perante seus clientes.

Considerando esses fatores, podemos notar a importância de um fornecedor qualificado. Porque, ao contar com seu suporte, a companhia pode evitar todos os prejuízos relacionados às situações que acabamos de citar.

Portanto, um dos cuidados que devem ser tomados pelos líderes que desejam saber como reduzir os custos de produção é pesquisar os melhores fornecedores disponíveis no mercado, considerando preço, condições de pagamento, prazo de entrega, qualidade dos materiais e confiabilidade.

Reduza os custos de manutenção

Por mais eficientes e robustas que sejam as máquinas de uma indústria, é natural que ao longo do tempo elas apresentem alguma falha ou defeito. Além disso, para que elas se mantenha devidamente operantes e seguras, precisam receber serviços como:

  • verificação de componentes;
  • lubrificação de peças;
  • ajustes e alinhamentos;
  • reparos e troca de componentes danificados ou desgastados.

Dada essa situação, é fácil perceber que o programa de manutenção é indispensável para o funcionamento de qualquer tipo de indústria. É interessante ressaltar, porém, que algumas medidas podem tornar esse processo mais eficiente e econômico.

A implementação de uma política eficiente de manutenção preventiva, por exemplo, tem o potencial de identificar problemas — e de resolvê-los — antes que qualquer falha grande ocorra. Um cuidado que pode se tornar ainda mais eficaz por meio da manutenção preditiva. Ao implementar este tipo de manutenção, o time de técnicos da empresa se torna capaz até mesmo de predizer quando um equipamento vai falhar, o que lhes permite agir de modo ainda mais estratégico, melhorando o planejamento e reduzindo custos gerais.

Analisando esses fatos, podemos dizer que a redução dos custos de manutenção pode ser alcançada sem que isso afete o cuidado com o maquinário industrial, pelo contrário! Mas, para que esse objetivo seja alcançado, a indústria precisa investir na aquisição de novas tecnologias e na capacitação de seu time de técnicos.

Capacite os colaboradores

Outro fator altamente relevante quando pensamos em como reduzir os custos de produção em uma indústria é a atuação dos colaboradores. Isso ocorre porque eles são os grandes responsáveis por operar o maquinário industrial, de modo que seus níveis de eficiência afetam diretamente os resultados da companhia.

Em primeiro lugar, a empresa precisa capacitar os profissionais para lidar com todas as funções do equipamento operado por eles. Mais do que apenas saber como controlá-los, porém, os profissionais devem ter um entendimento profundo para identificar sinais de que eles não estão funcionando corretamente, como ruídos e vibrações. Além disso, é indispensável que os colaboradores conheçam e respeitem todas as normas de segurança na indústria.

Tais conhecimentos aumentam a eficiência dos profissionais em suas funções, o que significa que eles se tornam capazes de produzir mais, isso ao mesmo tempo que geram menos perdas de tempo e de materiais.

Uma vez que a moral é um fator altamente relevante, quando falamos a respeito de produtividade e engajamento, é necessário que a indústria implemente políticas para tornar o seu ambiente interno mais agradável. O que pode ser feito por meio de uma política de benefícios e da criação de um plano de carreiras bem estruturado.

Tais cuidados tendem a se refletir positivamente até mesmo na captação e na retenção de talentos, o que torna a sua implementação altamente recomendada.

Além disso, tecnologias como a automação de processos, capazes de automatizar a realização de processos mais operacionais, criam condições para que os colaboradores humanos sejam alocados em atividades estratégicas. O que é benéfico para a indústria.

Conheça os custos da fábrica

Já falamos em outro tópico que uma das maneiras mais eficientes de como reduzir os custos de produção na indústria é através da diminuição dos custos de manutenção. Porém, uma dica fundamental é ir além e conhecer todos os custos envolvidos.

Imagine, por exemplo, que você, como gestor de uma grande indústria, não tenha a estratificação dos custos de seu processo produtivo, somente veja o valor final. Esse montante é um conjunto de valores que podem flutuar de acordo com as circunstâncias e se você não conhecer cada um deles, pode não ter a visão necessária para atuar rapidamente e estancar uma elevação de custo que pode, inclusive, acabar com a sua empresa!

Por menor que seja um custo envolvido, é interessante criar o controle total e buscar sempre a otimização, seja com a negociação de fornecedores, implantação de novas ferramentas, melhores práticas, entre outras ações.

Troque desperdício por uma boa gestão

Infelizmente há muito desperdício em um processo de produção, seja em matéria-prima, energia elétrica, água ou mesmo em mão de obra, mas você pode reduzir esse gasto com uma boa gestão.

O primeiro passo para isso é identificar onde essas perdas estão acontecendo e os motivos. Acredite, nem sempre se visualiza facilmente essas perdas no processo, especificamente em que ponto ocorrem. Elas só costumam aparecer no final, quando a gerência compara os custos com a receita.

Uma boa gestão de equipamentos, processos e produtividade vai indicar quais são as etapas que estão impactando mais na geração de desperdícios e como você vai poder resolvê-las, envolvendo todo o time responsável.

Elimine acidentes

Por fim, nossa última dica de como reduzir os custos de produção é a mais importante: risque da sua rotina os acidentes! Afinal, a segurança de todas as pessoas envolvidas na produção deve ser sempre a prioridade.

Diversos motivos causam os acidentes, tais como negligência, falta de atenção, cansaço, condições ruins dos equipamentos e estruturas, entre outros. Então, é fundamental que a equipe de gerência tenha cuidado e atenção com todas as etapas do processo, no intuito de identificar qualquer possibilidade de acontecer um acidente e agir de forma preventiva.

Vale ressaltar que aqui não estamos tratando como acidentes somente aqueles que ferem a saúde dos funcionários, mas sim qualquer quebra inesperada ou situação que fuja do controle. Portanto, conhecer bem esses riscos não só cria um ambiente mais saudável e seguro, mas também mais produtivo.

Então, vimos ao longo deste conteúdo que para um negócio ser lucrativo e viável, ele precisa ter um equilíbrio entre despesas e receitas, e as indústrias não são uma exceção a esta regra. Pode-se alcançar esse equilíbrio com mais facilidade por meio das sugestões que apresentamos neste artigo.

Faça uma profunda avaliação da sua empresa e tente aplicar todas as dicas que fornecemos. Com certeza elas contribuirão bastante para o resultado final!

Agora que você sabe como reduzir os custos de produção em sua indústria, compartilhe o artigo em suas redes sociais, para que seus amigos tenham acesso a estes conhecimentos!

Avalie e classifique este artigo.

Nota média: 5 / 5. Nº de avaliações: 1

Compartilhe este artigo!

Quer receber conteúdos como esses gratuitamente?

Preencha o formulário e cadastre-se para receber os nossos conteúdos exclusivos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.