controle de qualidade industrial

Guia rápido para fazer o controle de qualidade industrial

Tocar uma indústria é uma tarefa desafiadora, e por mais que os gestores e líderes de equipe sejam meticulosos, uma série de transtornos podem ocorrer quando não há um acompanhamento bastante preciso dos sistemas e processos internos. Pensando nisso, resolvemos preparar este guia rápido para fazer o controle de qualidade industrial.

Inclusive, vale ressaltar que o recomendável é não fazer apenas a manutenção corretiva e nem esperar que algo dê errado para agir, mas sim apostar em medidas preventivas, adorar tecnologias que ajudam a evitar erros e identifica-los precocemente, caso ocorram. Continue lendo nosso conteúdo e veja como fazer isso!

Afinal, o que é controle de qualidade industrial?

De uma forma resumida, podemos dizer que o controle de qualidade industrial consiste em um conjunto de tarefas determinadas para aferir se os produtos fabricados e a operação como um todo estão em conformidade com os padrões mínimos exigidos. Por meio de tal prática, é possível identificar falhas que passariam despercebidas se o monitoramento não fosse feito.

No setor de indústrias, assim como em qualquer outro segmento do mercado, existem algumas regras e normas que devem ser atendidas, tanto para atender aos órgãos reguladores quando às demandas dos clientes. O controle de qualidade industrial, portanto, surge como um poderoso aliado dos gestores, que garante bons resultados na cadeia produtiva.

Como funciona o controle de qualidade industrial?

Cada local realiza o controle de qualidade industrial de acordo com suas características e segmento de mercado. No entanto, o intuito é sempre o mesmo: assegurar um alto padrão de qualidade no produto final e menos problemas na cadeia produtiva. Sendo assim, ele é sempre baseado em parâmetros técnicos previamente estabelecidos.

Além disso, como os profissionais acabam sendo mais ou menos expostos à riscos de todos os graus, o foco do controle de qualidade industrial também está na promoção da segurança, evitando ameaças para a saúde da equipe e até mesmo do consumidor final. Para isso, há um conjunto de normas, procedimentos e instruções utilizados para monitorar a situação.

Quais os objetivos primários do controle de qualidade industrial?

São muitos os objetivos do controle de qualidade industrial. Vale ressaltar que, dependendo do ramo da indústria, ele começa ainda na análise da matéria-prima, visando identificar problemas e conter a chegada de insumos fora do padrão. Isso diminui os custos totais, tendo em vista que evita desperdícios e prejuízos diversos.

Pensando no produto propriamente dito, o controle de qualidade industrial tenta detectar e comprovar eventuais deformidades e distorções, impedindo que o artigo com defeito possa chegar até o cliente final. Em longo prazo, isso é algo que ajuda a garantir o crescimento e desenvolvimento sustentável do negócio, promovendo autoridade e credibilidade no mercado.

Quais os riscos de não fazer controle de qualidade industrial?

Se você chegou até aqui e não está convencido de que fazer o controle de qualidade industrial é imprescindível, saiba que existem riscos consideráveis em não adotar a prática. Um deles está relacionado ao fluxo de caixa do negócio, pois a monitorização e vigilância constante reduz custos e desperdícios, como o de materiais descartados ou energia, por exemplo.

Como se isso não bastasse, o controle de qualidade industrial potencializa os resultados da empresa, garantindo processos internos mais enxutos e limitando falhas, sejam elas humanas ou operacionais. São fatores que podem melhorar a imagem da fábrica, reduzir riscos à saúde dos colaboradores e também dos compradores finais.

Quais os benefícios do controle de qualidade industrial?

Para concluir o nosso guia rápido para fazer o controle de qualidade industrial, vamos apontar e explicar alguns dos seus maiores benefícios para uma fábrica. Acompanhe.

Maior consistência de produtos

Não dá para falar em benefícios do controle de qualidade industrial sem citar que ela proporciona uma maior consistência de produtos. Como dissemos anteriormente, um dos seus objetivos é justamente o de manter um padrão de excelência previamente estabelecido, por meio de um conjunto de normas, procedimentos e instruções passadas pela gestão.

Com o passar do tempo, a consistência permite que a empresa ofereça o mesmo nível em cada produção concluída, suprindo as expectativas, demandas e anseios do seu público-alvo. Isso incentivará as pessoas não apenas a realizarem recompras, como também a indicarem sua marca e se tornarem promotores naturais de suas mercadorias.

Melhor desempenho da equipe

A adoção de um controle de qualidade industrial e uma gestão participativa prometer entregar um melhor desempenho da equipe, especialmente pensando em médio e longo prazos. Isso ocorre porque o monitoramento e as orientações adequadas motivam e deixam os funcionários muito mais engajados, promovendo um ambiente de trabalho mais harmônico.

Vale ressaltar que há uma melhor comunicação entre os times e diminuição dos retrabalhos, aumentando a produtividade como um todo, uma vez que, por exemplo, não será preciso que colaboradores se desloquem se suas posições para dispor suprir um lote defeituoso. O desempenho em geral melhora, e o fluxo de caixa também.

Mais satisfação dos clientes

Por fim, você precisa compreender que o controle de qualidade industrial ajuda em um dos aspectos mais importantes de qualquer empresa ou negócio, independentemente do seu ramo ou segmento do mercado: conseguir mais satisfação dos clientes. Afinal, são eles que compram os produtos e fazem o caixa fechar no verde ao final do mês.

O controle de qualidade industrial promove o fortalecimento da marca como um resultado de todos os outros benefícios que citamos acima, tendo em vista que uma produção consistente, com um desempenho otimizado e alto padrão de fabricação é um diferencial competitivo importante, que pode impactar positivamente toda a operação.

Pronto! Agora você já sabe o que é controle de qualidade industrial e pôde compreender que ele não pode ser deixado de lado em nenhuma empresa ou fábrica de esteja focando no seu desenvolvimento e na satisfação dos seus clientes.

Gostou do nosso guia rápido para fazer o controle de qualidade industrial? Quer aumentar ainda mais os seus conhecimentos relacionados e se tornar um gestor de excelência? Então, que tal conferir nosso outro post aqui no blog que fala sobre gestão de processos?

Avalie e classifique este artigo.

Nota média: 0 / 5. Nº de avaliações: 0

Compartilhe este artigo!

Quer receber conteúdos como esses gratuitamente?

Preencha o formulário e cadastre-se para receber os nossos conteúdos exclusivos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.