elementos mecânicos

Elementos de transmissão mecânica: entenda a importância desses ativos para sua indústria

Os elementos mecânicos são peças que possibilitam a transmissão de potência, torque e rotação para uma máquina acionada em uma operação industrial. Os principais elementos são: acoplamentos, redutores e motoredutores, correias, engrenagens, cabos de aço, polias, correntes, eixos e rolamentos.

Fazer um maquinário funcionar requer o trabalho de muitos sistemas e passagens de energia. Dentro do sistema, são necessários elementos de transmissão mecânica que fazem, justamente, essas transmissões de energias.

Se você quer conhecer mais sobre elementos mecânicos de transmissão e acabar com as suas dúvidas durante o trabalho com máquinas, acompanhe nosso conteúdo! Separamos um guia prático e fácil.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.

O que são elementos de transmissão mecânica

Para que uma máquina seja colocada em funcionamento, as peças internas devem estar operando em harmonia. Isso significa, na prática, garantir a correta execução de todas as etapas de transmissão de energia.

Podemos entender um sistema mecânico desta forma: eles são criados para possibilitar a transferência de potência, energia e movimento a outros sistemas e elementos que compõem a máquina.

Os elementos de transmissão operam dentro de um sistema. Eles compõem o todo e garantem o funcionamento geral de uma máquina.

Portanto, elementos de transmissão mecânica são os responsáveis por transmitir potência, torque e rotação entre os elementos de uma máquina. Eles são os responsáveis por manter o bom funcionamento e rendimento das máquinas durante toda a operação industrial.

Uma característica desses equipamentos de transmissão é a presença de elementos rolantes, que fazem com que a transmissão de energia seja realizada por meio de um movimento rotacional.

Quais são os tipos de elementos mecânicos

Alguns elementos são prioritários para que um sistema mecânico funcione. Pois são eles que fazem a transmissão de energia e do movimento para uma máquina acionada.

Descubra os principais deles abaixo:

1. Acoplamentos

Os acoplamentos são elementos de transmissão utilizados para conectar duas máquinas ou dois sistemas maiores. São eles que promovem a transmissão de torque quando há um acionamento.

Entretanto, fazer a interação entre dois sistemas maquinários não é a única função do acoplamento. Com o uso desse elemento, é possível transmitir qualquer movimento, reduzir as vibrações do sistema, acabar com desalinhamentos e diminuir o efeito de choques.

O acoplamento serve para uso em diferentes máquinas, como transportadores, compressores e agitadores. Por isso, o elemento é de extrema importância a indústria atual garantindo maior eficiência e resultados para a operação.

Muitos segmentos industriais dependem do uso de acoplamentos. Podemos citar, como principais, o setor de mineração, petróleo e gás.

Além disso, eles são divididos de acordo com a sua necessidade industrial. Para maior entendimento sobre as diferenças e características acesse nossos artigos sobre: acoplamentos elásticos, engrenagens, lâminas, e de precisão.

2. Motorredutores

Os motorredutores são sistemas mecânicos que contêm uma engrenagem de redução e um motor elétrico. Normalmente, são constituídos por eixos sem-fim, engrenagens, rolamentos e eixos de entrada e saída.

banner para os motoredutores das marcas himmel, siemens e simogear

Eles são utilizados em máquinas que precisam de movimentos rotativos com torque elevado.

O sistema consegue diminuir a velocidade de rotação dos acionadores de máquinas, adequando a quantidade de rotações de acordo com a necessidade.

Com a implantação de motorredutores, a complexidade de desenvolvimento de um maquinário diminui consideravelmente. Na prática, você garantirá maiores resultados em menos tempo, e com menos problemas.

Os motorredutores são usados em: fixadores, transportadores, guindastes, esteiras, entre outros sistemas maquinários com movimentos de torque elevado.

Diferentemente dos redutores, esse tipo de ativo industrial utiliza motores elétricos em sua composição.

Para maior informação sobre essa diferença, veja o seguinte post: “Motorredutor ou redutor? Qual devo utilizar em meu processo industrial? Entenda a diferença entre os 2!”

Para maiores informações sobre marcas e modelos de motorredutores, acesse e leia: Motorredutor: O que é? Por que devo utilizá-lo em minha indústria? Saiba tudo sobre esse importante ativo industrial.

3. Redutores de velocidade

Os redutores de velocidade possuem uma função simples de compreender, mas são extremamente importantes para o funcionamento de qualquer maquinário.

redutores de velocidade

Eles são responsáveis por diminuir a velocidade de um acionador. Como consequência, o torque de saída aumenta e a potência necessária ao sistema consegue ser transmitida. É por meio dos redutores de velocidade, também, que a força da máquina é modificada.

Esse tipo de elemento é utilizado em máquinas como: guinchos, transportadores, pontes rolantes, fornos rotativos entre outros.

Os redutores trazem diversos benefícios para a indústria, pois eles possuem alto desempenho de rotação, baixo nível de ruído e vibração e inúmeras aplicações possíveis que variam de acordo com a sua necessidade industrial.

Para mais informações sobre os redutores, leia o artigo: “Redutor de Velocidade: Entenda sobre a importância deste equipamento!”

4. Correias

As correias são como estabilizadores de sistemas mecânicos. Esses elementos são utilizados para manter o sincronismo de rotação de diferentes peças.

Além disso, a correia é utilizada para transmissão de força entre engrenagens ou polias. Consequentemente, o movimento uniforme também é repassado.

Elas são vitais para as máquinas e se constituem basicamente por um anel de material flexível que corre em torno de dois eixos.

Há dois tipos possíveis de correias, são elas:

Correias para transporte (esteiras rolantes)

As correias para transporte são máquinas utilizadas com o objetivo de providenciar um fluxo contínuo de materiais entre as operações de duas partes da indústria.

Correias de transmissão

Esse tipo de correia é utilizada em motores, hélices, misturadores ou qualquer equipamento que necessite desse tipo de transmissão.

Elas podem ser dentadas, trabalhando em conjunto com as engrenagens ou planas, trabalhando em conjunto com as polias.

5. Engrenagens

As engrenagens ou rodas dentadas são elementos rígidos utilizados para transmitir movimentos de forma contínua e organizada. São empregadas na geração de potência dentro de um sistema maquinário.

Existem diferentes tipos de engrenagens, para uso em máquinas distintas. Portanto, tudo depende da aplicação da peça.

Alguns dos tipos de engrenagem mais conhecidos são as cônicas e helicoidais.

Independentemente do tipo de elemento utilizado, todas as engrenagens transmitem potência ao produzir rotação e torque.

Além disso, o Backlash indica o coeficiente de folga entre os dentes da engrenagem e ele é necessário em qualquer tipo de engrenagem, pois é importante deixar um espaço entre os dentes para que haja lubrificação e dilatação.

Deseja saber mais sobre esse elemento de transmissão mecânica? Acesse nosso artigo: “O que são engrenagens? Entenda quais são os seus tipos, modelos e aplicações”.

6. Cabos de aços

Os cabos de aços são elementos de transmissão que suportam cargas. Portanto, sua principal função é suportar forças de tração alta, para que esses elementos possam elevar diversos tipos de cargas.

De um modo simples, podemos descrever os cabos de aço como uma espécie de corda elaborada por meio do entrelaçamento de fios metálicos. Nesse caso, em especial, o metal utilizado é o aço. Anteriormente os cabos eram produzidos usando o ferro como base.

Uma vez, porém, que o aço apresenta níveis de durabilidade e flexibilidade mais elevados, foi adotado como o novo material padrão. Entre os diversos usos desse tipo de cabo, podemos citar como exemplo o içamento de cargas pesadas, em guindastes.

Por fim, é importante ressaltar que os cabos de aço podem ser divididos em grupos diferentes, isso de acordo com suas principais características. Continue a leitura e descubra mais a respeito desses elementos mecânicos!

Cabos de aço galvanizados

Em algumas indústrias, os cabos costumam ser expostos a níveis elevados de atritos e vibrações, ou então ficam sujeitos a intempéries que podem oxidá-los, reduzindo assim sua durabilidade e eficiência. Como uma solução para esse tipo de indústria, foram criados os cabos galvanizados.

Para otimizar a durabilidade do material, o aço recebe camadas de zinco, o que eleva sua resistência à atritos e à oxidação. Graças esse aspecto, esse tipo de cabo é muito utilizado nos setores naval e pesqueiro.

Cabos de aço inoxidável

Assim como ocorre com os cabos de aço galvanizados, os cabos de aço inoxidável também são mais adequados a um determinado ambiente industrial.

Nesse caso, graças a sua alta resistência contra a oxidação, esse elemento mecânico é indicado para companhias que trabalham com substâncias químicas corrosivas, como as soluções alcalinas e o ácido sulfúrico.

Cabos de aço polidos

Os elementos mecânicos conhecidos como cabos de aço polidos, por sua vez, são elaborados por meio do entrelaçamento de aço comum. O material tem a finalidade de permitir a operação de equipamentos como elevadores, guindastes e gruas. Para otimizar sua eficiência, o cabo costuma receber uma camada de graxa.

7. Polias

As polias são elementos mecânicos circulares e acoplados a eixos motores. Assim, elas são, normalmente, movidas por máquinas e equipamentos e utilizadas para transformar e transferir movimentos.

Geralmente essa força é transmitida por meio de correias e então é utilizada para movimentar uma série de objetos. Via de regra, o material utilizado na produção destas correias é um tipo de borracha processada como uma trama de nylon, o que lhe confere alta flexibilidade.

A transmissão, feita por meio de polias e correias, é mais segura e oferece uma proteção mais elevada contra possíveis choques e vibrações.

8. Correntes

As correntes de transmissão mecânica, usualmente conhecidas como correntes de rolos, são equipamentos utilizados para transmitir força e movimento para que a rotação do eixo ocorra no sentido horário e anti-horário. Graças a seus altos índices de eficiência, esse dispositivo é amplamente adotado em sistemas que precisam movimentar um eixo.

A implementação dos elementos mecânicos, é bem simples. Basicamente, consiste em conectar a corrente à duas engrenagens, uma motriz e uma sem potência. Ao girar, a engrenagem motriz movimenta a corrente, que assim leva potência a engrenagem comum, fazendo-a girar também.

9. Eixos

Os eixos são fundamentais para as máquinas pois eles são utilizados com o objetivo de transmitir potência e suportar componentes rotativos. Esse dispositivo pode ser descrito como uma espécie de barra de ferro arredondada.

A finalidade dessa peça é transmitir a energia, produzida pelo motor, para a máquina. Para isso, o eixo precisa estar conectado tanto ao motor quanto as engrenagens, que compõem o equipamento industrial.

A operação desses elementos mecânicos é simples. Quando o motor funciona, ele põe os eixos em movimento. Por estarem conectados às engrenagens, eles fornecem a energia para que elas girem, transferindo assim energia motora para que a máquina em questão funcione.

10. Rolamentos

Os rolamentos industriais podem ser aplicados em locais e ambientes agressivos e possuem o objetivo de apoiar movimentos e suportar cargas. Assim, eles apoiam um eixo que transmite um movimento na operação.

Além disso, geralmente os modelos de rolamentos que estão disponíveis no mercado são constituídos por:

  • esferas;
  • gaiolas;
  • pistas;
  • retentores.

Para maiores informações sobre rolamentos e mancais, acesse: “O que é mancal? Entenda tudo sobre este assunto!”.

Como manter a qualidade do sistema

Agora que você já sabe o que são elementos de transmissão mecânica, pode verificar cada um dos principais itens que citamos durante o cotidiano de manutenção e monitoramento de ativos de sua indústria.

Lembre-se, os motorredutores e os redutores utilizam em sua composição diversos elementos de transmissão mecânica, como as engrenagens.

Além disso, em uma operação industrial, é fundamental ter acoplamentos que fazem a ligação desses ativos industriais em máquinas acionadas.

Agora que você entende como funcionam os elementos mecânicos, gostaria de ter acesso a mais informações de qualidade, como essas? Assine nossa newsletter e não perca nenhum conteúdo relevante!

Avalie e classifique este artigo.

Nota média: 4.7 / 5. Nº de avaliações: 22

Compartilhe este artigo!

Quer receber conteúdos como esses gratuitamente?

Preencha o formulário e cadastre-se para receber os nossos conteúdos exclusivos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.