equipamentos de segurança do trabalho

Equipamentos de segurança do trabalho: confira os mais importantes para indústria

Não importa a natureza das atividades ocupacionais, se há riscos atrelados ao desempenhar das tarefas, é fundamental a utilização de equipamentos de segurança do trabalho. Na teoria esse pensamento precisa de estar presente em qualquer tipo de indústria, entretanto, na prática, infelizmente percebemos que há uma certa negligência quanto a esse aspecto.

Em vista disso, com o intuito de explicar a importância da promoção de medidas de segurança do trabalho na indústria, preparamos a seguir um conteúdo abordando quais são os principais Equipamentos de Proteção Individual — EPI’s — aplicados na indústria, bem como as vantagens do seu uso correto. Confira!

O conceito de Equipamentos de Proteção Individual

Antes de citar os principais EPI’s utilizados, é prudente destacarmos primeiramente o que são EPI’s e qual a sua finalidade.

EPIs são meios, acessórios e dispositivos que são usados por pessoas que desempenham quaisquer tarefas classificados como de risco (físico, químico e biológico). Em outras palavras, são equipamentos (de utilização individual) aplicados para elevar a segurança do trabalho, por meio da proteção da saúde humana e integridade física dos colaboradores.

A finalidade dos EPIs

A principal finalidade dos EPI’s é elevar a saúde dos colaboradores a partir do controle de riscos.

Muitas pessoas ao lerem a frase acima a confundem com o equivocado conceito de que EPIs eximem os colaboradores do risco de acidentes de trabalho.

Portanto, é imprescindível deixarmos claro que a utilização correta dos equipamentos de proteção individual não reduz a zero as chances de um acidente ocorrer. Isso porque a aplicação desses equipamentos representa a redução do nível de ameaça imposto por uma dada tarefa.

Leia também: A sua empresa leva a sério a segurança sanitária?

Os Equipamentos de Proteção Individual mais importantes

Dentre os principais EPIs utilizados na indústria podemos destacar os capacetes, protetor auditivo, botas, luvas, óculos, avental e respiradores.

Capacetes

O capacete é essencial para a garantia da proteção da cabeça do colaborador contra impactos físicos, queda de objetos e até mesmo redução das chances de receber uma descarga elétrica. Muito comum na indústria civil e metalúrgica, as funções desse EPI englobam:

  • proteger fisicamente (cortes, perfurações, arranhões e até mesmo contra a exposição solar) a parte superior da cabeça do colaborador;
  • reduzir o risco de choques elétricos ao encostar a cabeça em uma fonte não isolada.

Protetor auditivo

O protetor auditivo como o próprio nome sugere é o responsável por fazer a proteção sonora do colaborador que está exposto a ruídos intensos (basicamente aqueles que estão acima de 80 decibéis).

Protetor auricular

O protetor auricular (muitas vezes feito de espuma) é aquele acessório que é inserido dentro do ouvido, e, é mais aplicado em ambientes que contenham ruídos de menores intensidades e intermitentes.

Abafador de ruídos

Já os abafadores de ruídos (também conhecidos como abafadores do tipo concha) são os acessórios que envolvem e tapam toda a região auditiva da pessoa (o que inclui orelhas e ouvido). Por ser um EPI mais robusto que o protetor auricular, o abafador de ruídos é mais utilizado em ambientes onde a intensidade sonora é extrema e de forma constante.

Entre as funções do protetor auditivo se destacam:

  • reduzir as chances do desenvolvimento de doenças auditivas (que inclusive podem causar até surdez);
  • garantir o bem-estar sonoro do colaborador.

Botas

Popularmente conhecidas como botas, as botas são calçados fechados que foram desenvolvidos para a proteção dos pés dos colaboradores. Geralmente feitas de couro e podendo conter biqueiras de aço, esse EPI é imprescindível para pessoas que atuam, por exemplo, na construção civil e na indústria metalúrgica.

São funções de uma bota:

  • isolar os pés fisicamente (contra queda de objetos pontiagudos e pesados);
  • reduzir as chances de quedas e escorregões;
  • diminuir o risco de choques elétricos.

Luvas

Já as luvas são EPIs destinados para a proteção das mãos, principalmente quando o trabalho exige atividades como o manuseio de ferramentas cortantes, objetos pesados, materiais condutores elétricos e até mesmo peças superaquecidas.

São funções de uma luva:

  • assegurar a proteção das mãos contra cortes e perfurações;
  • garantir o conforto térmico;
  • diminuir o risco de choques elétricos.

Óculos

O uso dos óculos são essenciais para as atividades onde a região ocular pode ser afetada de alguma forma, seja fisicamente (impacto contra partículas físicas), seja quimicamente (exposição a fluidos corrosivos).

A depender das especificações técnicas desse EPI, fazem parte das funções dos óculos de proteção:

  • proteger os olhos de partículas sólidas arremessadas;
  • evitar que a região ocular fique irritada durante a exposição de fluidos corrosivos.

Importância de utilizar todos os Equipamentos de Proteção Individual

O uso isolado de apenas alguns EPIs não é eficaz e não promove a saúde do colaborador como ela de fato deveria ser. Para exemplificar, basta imaginarmos um colaborador da construção civil que atua em um canteiro de obras com luvas, botas, óculos, protetor auricular, mas que não utiliza capacete.

Esse funcionário, como demonstramos acima, estará protegido quanto a uma série de riscos ocupacionais, mas, pelo fato de a sua cabeça estar totalmente exposta, o risco dele ser vítima de um acidente de trabalho é altíssimo.

Desse modo, é fundamental que todos os EPIs sejam aplicados em conjunto, já que somente assim é possível controlar todos os possíveis riscos de trabalho que uma dada tarefa industrial pode representar.

Importância da qualidade do EPI

Além do uso correto, um importante aspecto que precisa ser esclarecido acerca dos EPIs é quanto a sua qualidade. Isso porque equipamentos de proteção de má qualidade também têm potencial para causarem acidentes de trabalho. Por isso, ao identificar a necessidade do uso de EPI, é fundamental que o empregador garanta a compra de equipamentos de qualidade.

Portanto, podemos perceber agora que a utilização dos equipamentos de segurança do trabalho são essenciais para qualquer tipo de indústria, basta ela ter tarefas que contenham riscos. Outro ponto que precisa ser enfatizado é que não são apenas os EPIs as ferramentas que implicam em segurança do trabalho, há também medidas como: uso de Equipamentos de Proteção Coletiva — EPCS —, capacitação profissional e conscientização dos colaboradores.

A leitura desse conteúdo foi válida para você? Então, veja agora quais as vantagens da utilização de equipamentos intercambiáveis na indústria!

Avalie e classifique este artigo.

Nota média: 0 / 5. Nº de avaliações: 0

Compartilhe este artigo!

Quer receber conteúdos como esses gratuitamente?

Preencha o formulário e cadastre-se para receber os nossos conteúdos exclusivos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.