instalação e manutenção acoplamentos flexíveis

Instalação e manutenção de acoplamentos flexíveis: Entenda quais são os erros mais comuns

A instalação e manutenção de acoplamentos flexíveis é uma prática simples e fácil de realizar, mas ainda assim, pode apresentar falhas. Separamos então para você cinco erros comuns na hora de instalar e fazer a correção desses equipamentos.

Essas falhas podem ocorrer mesmo que esses acoplamentos tenham sido projetados para tolerar um leve desalinhamento e lidar com as condições operacionais difíceis, como temperaturas extremas, umidade e sobrecarga.

São exemplos de acoplamentos flexíveis, os acoplamentos elásticos, de engrenagens e os acoplamentos de lâminas.

Separamos então cinco erros comuns na instalação e manutenção de acoplamentos flexíveis.

Caso você use esse tipo de acoplamento na sua operação, você poderá avaliar onde fazer alterações positivas para melhorar o desempenho e a produtividade do sistema.

Então, vamos aos erros?

1. Desalinhamento

Embora os acoplamentos sejam projetados para permitir algum nível de desalinhamento e graus variáveis ​​de flexão, o desalinhamento excessivo entre os eixos é uma das razões mais comuns pelas quais os acoplamentos flexíveis falham.

desalinhamento - instalação e manutenção acoplamentos flexíveis

Muitas vezes, o profissional que faz a instalação não verifica o alinhamento antes de instalar um novo acoplamento e simplesmente acredita que, se o acoplamento se encaixar, os eixos devem estar automaticamente alinhados.

Esse é um erro muito grave!

Dica: Faça do alinhamento um pré-requisito antes da instalação do acoplamento.

Leia nosso post sobre a importância do alinhamento em equipamentos industriais!

2. Não seguir as orientações do fabricante

Frequentemente, os acoplamentos são instalados desconsiderando as instruções de instalação do fabricante e isso pode levar a redução da vida útil do acoplamento.

Ignorar o balanceamento dinâmico, quando recomendado pelo fabricante, pode gerar danos graves ao acoplamento e à máquina acionada.

3. Especificação incorreta

Nem todos os acoplamentos flexíveis são iguais, existem muitos modelos diferentes e, para uma transmissão de torque ideal, o equipamento correto deve ser selecionado.

Infelizmente, isso nem sempre acontece e o resultado é uma falha do acoplamento.

Acoplamento de Lâmina LAMI-TORQ® GTB
Acoplamento de Lâmina LAMI-TORQ® GTB

Dica: faça o controle de estoque e verifique se você possui os acoplamentos apropriados e peças de reposição. É importante que o departamento de manutenção esteja ciente das várias especificações de projeto das peças.

Se sua operação estiver apresentando falhas frequentes relacionadas ao acoplamento, apesar do alinhamento estar em dia, é recomendável que os técnicos, façam uma peritagem  e documentem as condições do sistema na falha, para que um acoplamento mais apropriado possa ser usado na aplicação.

Leia nosso artigo sobre as principais causas de falhas em acoplamentos!

4. Lubrificação incorreta

Um serviço de lubrificação de acoplamentos inadequado pode danificar o equipamento e minimizar a sua vida útil. Para evitar que isso ocorra, sempre siga as especificações do fabricante sobre lubrificação: a frequência da lubrificação e o tipo de lubrificante necessário. Essa ação evita desgastes e quebras deste elemento.

Acoplamento de Engrenagem G-TORQ G20
Acoplamento de Engrenagem G-TORQ® G20

Dica: Lembre-se de que talvez você não consiga usar o mesmo lubrificante para o acoplamento e os rolamentos, portanto, verifique sempre as instruções cuidadosamente.

5. Manutenção insuficiente

Sem a manutenção adequada, a eficiência e a eficácia do seu sistema serão comprometidas.

Um acoplamento é tão importante quanto uma bomba, uma caixa de engrenagens, um conjunto de rolamentos ou outro componente do sistema e deve receber o nível adequado de cuidado e manutenção.

Um cronograma de manutenção regular deve incluir as seguintes ações:

  • Limpeza e lubrificação das juntas e anéis de vedação e substituição, quando necessário
  • Verificação do alinhamento
  • Remoção da graxa dura ou outro resíduo acumulado no cubo
  • Substituição do elemento elástico gasto ou ressecado, trincado ou com data de validade já ultrapassada
  • Verificação do encaixe das chaves
  • Verificação da conexão dos parafusos de fixação na ordem correta e com os requisitos de torque
Acoplamento Elástico STEEL-TORQ
Acoplamento Elástico STEEL-TORQ

Conte com o auxílio da Acoplast Brasil para realizar a manutenção em seus acoplamentos!

O conhecimento é a melhor ferramenta

Quanto mais você souber por que esses equipamentos falham, menor a probabilidade de ocorrer problemas relacionados à instalação e manutenção de acoplamentos flexíveis.

Quanto mais informada a sua equipe de colaboradores estiver sobre a importância da especificação, montagem e manutenção correta dos acoplamentos, mais confiável será o seu maquinário.

Maior nível de confiabilidade resultará em melhor desempenho do equipamento, maior produtividade, menor tempo de inatividade e maior rentabilidade para sua indústria.

Assim, conte com a Acoplast Brasil como um parceiro experiente para encontrar soluções para melhorar a produtividade dos seus elementos de transmissão e aumentar a lucratividade da sua operação.

Avalie e classifique este artigo.

Nota média: 5 / 5. Nº de avaliações: 6

Compartilhe este artigo!

Quer receber conteúdos como esses gratuitamente?

Preencha o formulário e cadastre-se para receber os nossos conteúdos exclusivos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.