principais falhas em rolamento

Falhas em rolamentos: descubra aqui as 4 principais causas!

Para que uma indústria opere de modo eficiente, é necessário que todas as peças e componentes estejam devidamente funcionais. Afinal problemas, como falhas em rolamentos industriais, podem reduzir a eficiência da produção e até mesmo danificar outras peças e componentes industriais.

Uma vez que tais problemas podem acarretar uma série de custos e prejuízos para uma companhia, prejudicando assim o seu fluxo de caixa e atrapalhando a organização de sua operação, preparamos este conteúdo para ajudar você a lidar com esta situação.

Guia Completo Sobre Rolamentos - Acoplast Brasil

Leia o artigo e descubra 4 das falhas em rolamentos mais comuns e entenda como proceder para evitar este problema!

Problemas acarretados por falhas em rolamentos

Em primeiro lugar, é importante apontar de forma clara os danos que falhas em rolamentos podem causar a uma indústria. Esse cuidado é necessário porque, sem essas informações, o problema pode não receber toda a atenção que merece.

Continue a leitura e entenda como defeitos e avarias nos rolamentos industriais podem prejudicar uma companhia!

Redução de eficiência

O rolamento é um dos importantes componentes do sistema de transmissão. A finalidade dessa peça é suportar cargas, permitindo assim que a rotação e a transmissão de força ocorram de forma correta.

Dadas as responsabilidades desse componente, quando ele está em uma condição ruim, todo o ciclo de transmissão acaba sendo prejudicado. O que obviamente afeta o desempenho da máquina, da qual ele faz parte, reduzindo assim seus índices de eficiência e produtividade.

Custo com reparos e trocas de peças

Uma vez que os defeitos em rolamentos têm o potencial de tornar uma indústria menos produtiva, eles precisam ser trocados assim que o problema é identificado. A grande questão é que essa tarefa acarreta custos, pois a indústria em questão precisa adquirir novas peças para realizar a substituição.

Além disso, essa tarefa ainda demanda o tempo do time de manutenção, que poderia ser usado em atividades mais estratégicas.

Outro ponto a ser considerado é que, quando o rolamento falha, ele deixa de cumprir sua função. Isso significa que a carga, que deveria ser suportada por ele, acaba sendo transmitida para peças e componentes do sistema de transmissão que não foram projetados para suportá-la.

Este problema pode afetar a durabilidades das demais peças e componentes do sistema, causando mais custos ao caixa da indústria.

Perda de tempo produtivo

Por fim, é válido ressaltar que, para que os rolamentos danificados sejam trocados, o maquinário industrial precisa ter o seu funcionamento interrompido. De modo que, durante a manutenção da peça, a indústria se torna menos produtiva.

Como essas paralisações não programadas reduzem a produção da empresa e tendem a atrasar seu cronograma de operação, podemos dizer que elas causam prejuízos ao negócio e que precisam ser evitadas ao máximo possível.

4 das principais causas de falhas em rolamentos

Agora que você entende a importância de verificar as falhas em rolamentos, continue a leitura e confira 4 destas principais falhas e descubra como evitá-las!

causa comum de falha em rolamentos é a lubrificação

1. Problemas na lubrificação

Quando pensamos nos principais problemas aos quais os rolamentos estão sujeitos, aqueles relacionados às falhas em sua lubrificação tem destaque. Isso ocorre porque, quando a peça não tem a devida lubrificação, ela não é capaz de executar seus movimentos de forma adequada.

Durante o processo de lubrificação do rolamento, a peça está sujeita a uma série de erros e falhas com o potencial de danificá-la. Como exemplos, podemos citar os seguintes erros:

  • lubrificação excessiva da peça;
  • lubrificação insuficiente da peça;
  • uso de produtos de lubrificação vencidos ou incompatíveis com o rolamento;
  • contaminação do produto lubrificante.

Via de regra, os fabricantes de peças e componentes costumam criar manuais com informações a respeito do modo mais correto de fornecer manutenção para elas, o rolamento não é uma exceção a esta regra. Portanto, sua lubrificação deve seguir as orientações do fabricante.

Além disso, é importante que o responsável pela manutenção também considere as instruções fornecidos pelo fabricante do produto lubrificante, seja ele um óleo ou uma graxa.

2. Contaminação do produto lubrificante

Executar corretamente os procedimentos de lubrificação dos rolamentos e garantir a qualidade do produto lubrificante é de suma importância. Mas este cuidado, por si só, não é capaz de garantir a vida útil da peça. O que acontece porque materiais simples, como a areia, a poeira e até mesmo a água, quando em contato com o lubrificante, podem reduzir sua eficiência, expondo o rolamento a atritos mais intensos.

Nesse contexto, podemos dizer que o cuidado com a água tem destaque. Afinal, a exposição de apenas 1% de água, em relação a um óleo ou a uma graxa, pode reduzir drasticamente sua eficácia.

Para lidar com este problema, o time de compras industriais deve entrar em contato com os fornecedores dos rolamentos para adquirir, ou se informar a respeito, de materiais isolantes com a capacidade de proteger a peça da exposição a fatores capazes de reduzir a eficiência de seus lubrificantes.

3. Sobrecarga nos rolamentos

Mesmo que os rolamentos tenham sido desenvolvidos para suportar cargas, existe um limite máximo que cada peça pode suportar. Isso de acordo com sua fabricação e com os materiais usados em sua elaboração.

Nesse contexto, se o rolamento for exposto a fatores como temperaturas demasiadamente elevadas, a forças ou vibrações em um nível superior ao que ele consegue suportar, ele pode sofrer graves avarias.

Felizmente, esse problema pode ser facilmente evitado. Basta apenas que a indústria adquira peças alinhadas às suas demandas. O que exige que o fornecedor seja devidamente orientado a respeito das condições em que o rolamento vai operar.

4. Instalação incorreta e manuseio inadequado

Uma vez que os rolamentos são altamente sensíveis a corrosão, é importante que eles sejam mantidos, o máximo possível, em suas embalagens originais, antes de serem instalados. Isso acontece porque essas embalagens são eficazes em mantê-los afastados de fatores com o potencial de prejudicá-los.

Além disso, um simples amassado ou avaria pode afetar de forma drástica o desempenho da peça. Uma situação que exige que o time de manutenção a instale com o devido cuidado, usando as técnicas e ferramentas indicadas.

Os cuidados também devem ser tomados em sua alocação no estoque, para garantir que o rolamento não sofra impactos, e para que ele não seja retirado de sua embalagem original sem um motivo.

Como evitar falhas em rolamentos

Por fim, para evitar as falhas em rolamentos, é importante que a empresa conte com um time de técnicos preparados para instalar as peças e para fornecer a elas os reparos e a manutenção adequada.

Podemos dizer que um cronograma de manutenção preventiva pode ser muito útil. Afinal, essa prática permite que problemas e defeitos sejam identificados e resolvidos antes de impactar negativamente a indústria.

Além disso, soluções em monitoramento de ativos abrem espaço para que o time de técnicos verifique ainda mais de perto o maquinário industrial e os seus componentes, o que inclui peças como os rolamentos.

Uma vez que os rolamentos são uma parte fundamental do sistema de transmissão, eles precisam sempre operar de forma adequada. Para que isso ocorra, porém, é importante que o time de manutenção implemente medidas, como as que foram citadas nesse conteúdo, para prolongar a vida útil da peça.

Agora que você conhece 4 dos principais problemas capazes de causar falhas em rolamentos, e sabe como lidar com cada um deles, nos acompanhe no LinkedIn e descubra mais informações úteis para a sua indústria!

Página LinkedIn Acoplast Brasil

Avalie e classifique este artigo.

Nota média: 5 / 5. Nº de avaliações: 2

Compartilhe este artigo!

Quer receber conteúdos como esses gratuitamente?

Preencha o formulário e cadastre-se para receber os nossos conteúdos exclusivos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.