Imagem ilustrativa gargalos na produção

Quer reduzir os gargalos na produção? Confira 8 dicas incríveis

Os gargalos na produção atrasam as atividades de uma empresa, impactam negativamente a produtividade e reduz os rendimentos financeiros. Para reduzir esses problemas, é essencial mapear as etapas produtivas, elaborar e monitorar a execução de um plano de ação e implantar um sistema de automação.

Imagem ilustrativa de gargalo de produção

Considerando isso, é fácil entender porque gestores dão tanta ênfase na tarefa de identificar e eliminar gargalos. Apesar dos esforços, muitas vezes os entraves na produção estão tão fixados na operação da empresa que identificá-los se torna uma tarefa complexa responsável por reduzir a eficiência operacional.

Pensando nesse problema, resolvemos criar um conteúdo com orientações precisas sobre os meios para identificar e eliminar entraves produtivos. Acompanhe!

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.

Conceito de gargalos na produção

Entende-se por gargalo produtivo qualquer entrave, falha ou problema, que interfere no fluxo produtivo de uma empresa. O que gera reduções na velocidade desse fluxo produtivo ou paralisações por completo.

Uma vez que a eficiência na produção de uma empresa cai, ela precisa gastar mais recursos e tempo para produzir os mesmos produtos, ou serviços, o que incide sobre seus preços, pois os torna mais caros.

O problema é que, oferecendo um produto mais caro, a empresa em questão se vê em desvantagem frente à concorrência. Portanto, não é um exagero alegar que gargalos são verdadeiras desvantagens competitivas.

Método para se identificar gargalos produtivos

Agora que você entende o que são os gargalos na produção, é importante descobrir como identificá-los. Para que esta tarefa seja realizada, é necessário elaborar um mapeamento completo de todos os erros e falhas que tornam a produção da empresa menos eficiente.

Levando em consideração que os responsáveis por cada etapa produtiva são os que melhor entendem suas características, tanto positivas quanto negativas, é fundamental que eles façam parte desse processo. Afinal, sua experiência prática lhes permite indicar pontos que uma pessoa, sem a mesma vivência, poderia deixar passar.

A tecnologia, por meio de softwares especializados, é uma forte aliada no processo de eliminação de gargalos.

Ao fazer uso de um bom ERP, o gestor pode interligar os diversos setores de uma empresa e assim monitorá-los mais de perto e com maior velocidade. Tal comodidade eleva seu controle sobre o negócio e permite identificar e eliminar erros em períodos mais curtos.

8 dicas para eliminar gargalos na produção

Embora identificar e eliminar os gargalos na produção não seja simples, algumas medidas podem ser tomadas para tornar o processo mais eficiente.

Logo, continue a leitura e veja 8 dicas que ajudarão a reduzir e eliminar gargalos em sua produção.

1. Mapeie as etapas produtivas

Como já foi citado neste artigo, o caminho para que a identificação de gargalos produtivos seja feita passa por um mapeamento de todos os erros e falhas, que ocorrem durante o processo de produção.

Para que esta atividade seja feita corretamente, porém, o mapeamento das próprias etapas produtivas deve ser realizado em conjunto.

Ao efetuar um estudo detalhado sobre os meios como as atividades produtivas são desempenhadas, o gestor tem a possibilidade não apenas de identificar gargalos, o mapeamento também permite que ele faça com que os procedimentos sejam mais funcionais e eficientes, aumentando a produtividade da empresa.

2. Elabore um plano de ação

Uma vez que todos os defeitos produtivos e processos que podem ser melhorados são identificados, o passo seguinte se resume a estudar e discutir soluções para que as falhas sejam eliminadas.

Nesse momento, contar com a orientação dos profissionais responsáveis — pelo processo que será otimizado — é fundamental para garantir a eficácia das soluções elaboradas.

É importante que o plano de ação tenha um objetivo claro. Além disso, é importante que ele contenha indicadores de desempenho que permitam a equipe de gestão acompanhar seus resultados. O objetivo do plano deve ser mensurável e viável. Ou seja, a meta estabelecida deve ser de fato acessível.

3. Monitore o plano de ação

Depois que o plano de ação é implementado, é necessário destacar uma equipe para acompanhar seu desempenho e realizar estudos sobre seus resultados. A partir dos dados apurados por esse estudo, a equipe de gestão será capaz de definir se o plano em questão é bem-sucedido, e de identificar pontos onde ele pode se tornar mais eficiente.

Para que esta tarefa de monitoramento do plano de ação seja executada de modo preciso é fundamental que os indicadores utilizados para o acompanhamento sejam claros e de fácil compreensão. O responsável pela coleta de dados deve tomar cuidados para não gerar falhas que afetariam resultados da análise de informações.

4. Encontre a raiz do problema

O mais importante na hora de solucionar os gargalos na produção é encontrar a raiz do problema. Isso porque, em algumas situações, os gargalos identificados inicialmente podem estar relacionados com as consequências dos problemas causados. Ao solucionar um sintoma, por exemplo, a causa pode retornar de maneira inesperada e interromper os trabalhos novamente sem que a equipe tenha um plano de solução.

Dessa maneira, se torna fundamental investigar cada etapa que causa um gargalo até ficar claro qual é a raiz do problema. Vale conversar com todos os envolvidos na etapa com o objetivo de compreender o que costuma dar certo e o que apresenta dificuldades durante o processo da operação.

Quando a causa está em perda de tempo por excesso de refações de trabalho, o problema pode ser talvez um planejamento pouco claro aos colaboradores ou a dificuldade em coletar as informações da equipe responsável. Uma boa solução, em uma situação como essa, é incentivar os treinamentos e contar com a ajuda da tecnologia o máximo possível.

5. Invista na equipe

Uma equipe integrada e consciente de suas tarefas é fundamental para alcançar resultados positivos. O grande segredo está em compreender que um time de várias pessoas pode observar os problemas como um todo e encontrar soluções mais rápidas que atendam a empresa de maneira geral.

No entanto, vale destacar que para alcançar os objetivos é essencial criar uma proposta de se empenhar em conjunto. O mais indicado é pensar em treinamentos personalizados, com dinâmicas que incentivem a interatividade e conhecimento profundo sobre as questões técnicas da produção no dia a dia.

6. Acompanhe os fornecedores de perto

Os prazos de uma empresa que atua na indústria representam boa parte do sucesso no mercado. Por conta disso, se mostra fundamental que você acompanhe de perto todo esse processo com o intuito de identificar como funciona essa dinâmica. Qualquer problema de comunicação ou produção dentro desse contexto pode prejudicar não só o funcionamento interno como também a imagem da empresa no mercado.

A função dos gestores envolve garantir que o relacionamento com os fornecedores seja de confiança e que diante dos imprevistos, eles tenham um plano B eficiente para garantir que tudo continue funcionando de maneira adequada. Então, passe por todas as etapas de produção, muito além da execução no trabalho dos colaboradores. Comece da primeira decisão até a última etapa do serviço incluído no mercado.

7. Gerencie o tempo de inatividade

Quem sofre com interrupção frequente no manuseio de materiais acaba com muito tempo de inatividade. Consequentemente, esses gargalos na produção representam perda de lucros e muitos problemas na indústria. Assim, investir em manutenção preventiva é um dos fatores que faz toda a diferença quando se trata de manter tudo funcionando com qualidade o máximo de tempo possível.

A avaliação frequente nos equipamentos ajuda a listar suas ineficiências e enxergar, de maneira geral, como a empresa lida com o tempo de reparo. Sem contar que o processo permite determinar um cronograma de reparos planejados conforme o desempenho das máquinas e repetições das falhas.

Vale lembrar, nesse caso, que uma manutenção preventiva é sempre mais vantajosa do que uma ação corretiva em que é preciso substituir o equipamento por um novo. Pense também na possibilidade de estender a expectativa de vida das máquinas junto de um sistema de automação que atua de forma personalizada.

8. Implante um sistema de automação

Por mais cuidadoso que seja um colaborador, ele está sujeito a cometer falhas. Assim, caso as falhas ocorram em processos como a apuração de dados, elas podem ocasionar graves erros e prejuízos. Por este motivo, é interessante que tarefas como essa sejam realizadas por sistemas especializados, o que elimina os riscos de erro humano.

Atualmente, a automação pode ser implantada em praticamente todas as empresas e indústrias. Ao deixar um sistema autônomo desempenhar tarefas simples e repetitivas, o gestor pode alocar seus colaboradores em atividades mais especializadas, o que permite reduzir de custos e gerar ganhos de produtividade, aumentando os lucros da empresa.

Levando esses fatos em consideração é fácil entender porque a automação é considerada uma das mais fortes aliadas na luta contra os gargalos na produção.

Uma vez que os gargalos reduzem a eficiência produtiva da empresa, encarecendo seus produtos e serviços, sua eliminação permite que a empresa em questão forneça seus produtos por um preço mais baixo, o que pode ser considerado uma vantagem competitiva.

Para que a eliminação de gargalos produtivos seja realizada de forma eficiente, porém, ela precisa ser executada de modo diligente. É fundamental que sua execução seja realizada por colaboradores bem-capacitados, que tenham acesso às ferramentas necessárias, durante o processo.

Agora ficou claro que além de eliminar gargalos, uma gestão eficiente deve se preocupar com a segurança de seus colaboradores. Logo, se mostra essencial tomar medidas para reduzir possíveis riscos de acidentes. Ao tomar esse cuidado, a empresa evita problemas, como processos judiciais. E, também motiva os seus funcionários a apresentarem um melhor desempenho operacional.

Gostou das informações do artigo? Então, compartilhe em suas redes sociais para que seus seguidores e amigos também fiquem por dentro do assunto na hora de eliminar gargalos na produção.

Avalie e classifique este artigo.

Nota média: 5 / 5. Nº de avaliações: 5

Compartilhe este artigo!

Quer receber conteúdos como esses gratuitamente?

Preencha o formulário e cadastre-se para receber os nossos conteúdos exclusivos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.