Gestao de Processos

Gestão de processos industriais: entenda o que é e como aplicá-la

A gestão de processos, nada mais é do que um conjunto de práticas que visa mapear os processos de uma companhia e estruturá-los de maneira inteligente, para que eles se tornem mais eficientes.

Quando pensamos nos objetivos da liderança de uma indústria, aumentar os resultados do negócio, fazendo com que ele se torne mais competitivo, costuma ser a resposta certa. A questão é que, para alcançar essa meta, os gestores precisam administrar seus recursos de maneira eficiente, uma tarefa inviável sem a gestão de processos.

Isso acontece porque, quando uma companhia organiza seus processos de maneira inteligente, erros e falhas que antes passariam despercebidos se tornam evidentes. O que abre espaço para que estratégias sejam implementadas para solucionar estes problemas. Como resultado, o negócio como um todo se torna mais eficiente.

Que tal aprender mais a respeito da gestão de processos e descobrir como usá-la para otimizar os resultados de sua indústria? Leia o conteúdo e tenha acesso a este conhecimento!

Para que serve a gestão de processos?

Não é uma novidade que a operação de uma indústria é feita com base em processos. Afinal, eles definem desde o modo como uma máquina deve ser operada até a maneira como os produtos no estoque são armazenados.

A grande questão é que, quando os processos não são devidamente organizados e administrados, eles tendem a se tornar complexos e ineficientes. O que acaba impactando negativamente o desempenho da organização.

Para lidar com esta demanda, os profissionais responsáveis pela tarefa precisam compreender a fundo a operação da indústria e é aí que entra a gestão de processos. Isso porque esses colaboradores devem ser capacitados para identificar gargalos e criar meios de solucioná-los e é por meio da gestão de processos que isso se torna possível.

Quais as vantagens da gestão de processos para uma indústria?

Quando os processos de uma companhia são bem estruturados, todas as áreas e setores são beneficiados, se tornando mais organizados e produtivos. Continue a leitura e confira algumas das vantagens que a gestão de processos pode acarretar para a sua indústria!

Visão detalhada da indústria

Uma vez que todos as práticas e procedimentos produtivos da empresa não organizados, os seus líderes podem observar de maneira mais profunda o seu funcionamento. O que lhes permite compreender tantos os pontos fortes do negócio quanto as suas fraquezas.

Fazendo uso de tais informações, a gestão da indústria pode implementar estratégias e tomar decisões com mais confiança. Essa otimização no processo de tomada de decisões tende a se refletir em um aumento no desempenho da companhia como um todo.

Processos padronizados

Embora a operação de uma indústria seja baseada em processos, isso não significa necessariamente que estes processos são padronizados. De modo que, em alguns negócios, cada colaborador atua da maneira que considera mais conveniente. Esta situação é crítica, pois, além de reduzir a eficiência da indústria, ela ainda eleva os riscos de algum acidente ocorra durante a sua operação.

Quando a gestão de processos é implementada, porém, os procedimentos operacionais — adotados por todos os colaboradores — são padronizados. O que acaba aumentando a produtividade da indústria e, ao mesmo tempo, elevando a segurança no trabalho para os colaboradores.

Automação de processos

Líderes atentos as demandas do mercado entendem que o uso das ferramentas — viabilizadas pelos avanços da tecnologia — é fundamental para o sucesso de seus negócios. Nesse contexto, a automação de processos, e o conceito de fábricas inteligentes, são tendências cada vez mais adotadas pela indústria.

A grande questão é que a implementação desta inovação demanda alguns cuidados, como a organização dos procedimentos produtivos. Por essa razão, sem a gestão de processos, a automação é praticamente inviável.

Capacitação de colaboradores

É basicamente impossível pensar no funcionamento de uma companhia sem levar em consideração a atuação dos colaboradores. O que é natural, uma vez que eles são os responsáveis por tarefas que vão desde a operação de equipamentos industriais a execução das rotinas administrativas do negócio.

Neste contexto, quanto mais capacitados e preparados forem os funcionários de uma indústria, mais eficiente e produtiva ela tende a ser. O problema é que, sem um conjunto de processos bem estruturados, a tarefa de capacitar os colaboradores de maneira eficiente é praticamente inviável.

Portanto, ao organizar de maneira inteligente os processos de uma companhia, a sua liderança simplifica a capacitação dos colaboradores. O que acaba se refletindo positivamente em seus níveis de desempenho e engajamento.

Como implementar a gestão de processos?

A implementação da gestão de processos demanda alguns passos específicos, continue a leitura e confira os procedimentos necessários!

Gestão de processos

Mapeamento de processos

O primeiro passo a ser dado, por uma companhia que pretende gerir de maneira inteligente os seus processos, é mapeá-los. Isso ocorre porque, sem conhecer os procedimentos praticados na companhia, os responsáveis pela tarefa não serão capazes de implementar estratégias para torná-los mais eficientes.

Por essa razão, é necessário que todos os procedimentos sejam identificados e desenhados em um organograma que permita que eles sejam facilmente compreendidos.

Otimização de processos

Uma vez que o organograma com todos os procedimentos adotados pela indústria é desenhado, cabe aos especialistas a tarefa de se debruçar sobre eles. Os profissionais precisam analisar a fundo cada processos para identificar aqueles que fazem sentido, os que podem ser melhorados e também os procedimentos que simplesmente devem ser eliminados.

O ideal é que eles comecem a implementar as mudanças em uma escala pequena, fazendo mudanças em um setor por vez. Tomando este cuidado, os responsáveis pela tarefa reduzem os riscos de que as atualizações acarretem algum prejuízo para a companhia.

Monitoramento de processos

Por fim, depois que todos os processos da companhia são otimizados, o time de gestão precisa adotar medidas para monitorar o seu desempenho. Eles precisam avaliar fatores como:

  • a adesão dos colaboradores aos novos processos;
  • a eficiência dos novos processos;
  • gargalos e falhas que possam vir a surgir devido as atualizações.

Tomando este cuidado, a liderança de uma companhia pode criar um círculo virtuoso em que os procedimentos administrativos e operacionais — praticados por ela — são constantemente otimizados.

O desenvolvimento de uma indústria no mercado, e o crescimento de sua rentabilidade, está diretamente relacionado a eficiência de seus procedimentos operacionais. Por esse motivo, a organização eficiente de processos é tão relevante para o desempenho de uma companhia.

Agora que você sabe o que é gestão de processos — e entende a sua importância — compartilhe o artigo em suas redes sociais e ajude a difundir estes conhecimentos!

Avalie e classifique este artigo.

Nota média: 5 / 5. Nº de avaliações: 2

Compartilhe este artigo!

Quer receber conteúdos como esses gratuitamente?

Preencha o formulário e cadastre-se para receber os nossos conteúdos exclusivos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.