dois engenheiros analisando possíveis mudanças em relação à gestão da qualidade na indústria, pelo computador. Aparentemente, um possui um cargo mais gerencial e o outro um cargo mais técnico.

Como ter uma gestão de qualidade na indústria de forma eficiente

Sem dúvidas, gerenciar uma empresa não é tarefa fácil. Existem diversos detalhes que estão envolvidos no processo de regulamentar e alinhar as práticas do negócio às normas de segurança e qualidades exigidas no mundo todo. Por isso, fazer uma boa gestão de qualidade na indústria é fundamental.

Para entender quais são os processos organizacionais que você precisa ficar de olho, acompanhe esse conteúdo.

O que é gestão de qualidade?

A gestão de qualidade nada mais é que uma ferramenta estratégica responsável por auxiliar empresários a terem uma visão ainda mais sistêmica de suas empresas, entendendo quais são os conceitos e práticas definidos mundialmente que precisam ser aplicados dentro do próprio negócio.

Essa ação é fundamental para garantir que todos os processos organizacionais do negócio, como gestão de pessoas, finanças, contabilidade, gestão de dados, etc., estão de acordo com as normas de melhores práticas.

Essa análise próxima e estratégia permitirá também que melhorias sejam realizadas nessas áreas, aumentando a satisfação dos clientes e garantindo que seus diferenciais competitivos estejam cada vez mais evidentes.

Qual é a importância de implementar essa gestão de qualidade na indústria?

Uma das certezas que temos é o aumento da concorrência. Com a evolução do mercado, cresceram os números de novas empresas que oferecem soluções semelhantes para os mesmos problemas dos clientes.

Por isso, a gestão de qualidade na indústria se tornou essencial: ela irá permitir que você trabalhe para tornar seu empreendimento cada vez mais competitivo e diferenciado, aumentando a satisfação do seu consumidor e elevando os resultados do seu negócio.

No entanto, os benefícios dessa prática não param por aí, pois:

  • ela melhora o desempenho da empresa;
  • permite a implementação de melhores práticas;
  • melhora a consistência dos produtos;
  • aumenta a produtividade;
  • transforma a rentabilidade do negócio e ajuda;
  • melhorar a comunicação interna.

Quais são os oito pilares da gestão de qualidade na indústria?

Para executar a gestão de qualidade na indústria, é preciso ficar de olho em alguns detalhes. Os pilares explicitam tudo o que uma empresa precisa trabalhar para conseguir ter sucesso em gestão.

Apesar de apresentarmos no conteúdo os oito pilares dessa gestão, é preciso se lembrar que o tópico que trabalha a “visão sistêmica” agora está junto ao “gerenciamento de processos”. Essa junção aconteceu em 2015, após a publicação da ISO 9001, e hoje são considerados apenas sete.

1. Foque no cliente

O primeiro pilar é focar no cliente. Essa premissa não é uma novidade, e está sendo considerada nas mais diversas áreas, com diferentes estratégias.

Hoje, sem dúvidas, a satisfação e fidelização do cliente são a melhor estratégia para manter a rentabilidade de um negócio.

Por isso, para que a sua empresa seja bem sucedida nesse quesito, é preciso acompanhar as necessidades dos clientes, entender como eles estão se relacionando com a sua empresa e descobrir se seus produtos e serviços realmente estão sendo capazes de oferecer a solução que eles precisam.

Crie uma estratégia para solicitar feedbacks e ouvir diretamente dos clientes quais são suas expectativas e como sua empresa pode melhorar.

Algumas empresas investem também no setor de sucesso do cliente, criado por profissionais que trabalharão arduamente para entender como ser proativo e garantir que os atuais clientes tenham sempre as melhores experiências.

2. Tenha uma liderança proativa

Uma liderança proativa também é muito importante para garantir uma boa gestão. Os líderes de sucesso são responsáveis por transmitir aos colaboradores a cultura organizacional, além de criar e manter o ambiente de trabalho favorável, para promover o aumento da produtividade, da motivação e garantir que todas as tarefas serão executadas da melhor maneira possível.

Dessa forma, a liderança proativa representa aquela que considera os indicadores para prever problemas e criar estratégias de mudança para contornar possíveis turbulências durante todo o processo.

3. Invista em melhoria contínua

A otimização de processos é o braço direito da gestão de qualidade. É necessário que você avalie a sua empresa e a realidade dela para, a partir daí, descobrir em quais áreas adaptações e mudança nos processos serão necessárias.

O objetivo aqui é tornar o desempenho de trabalho muito mais eficaz, implementando alternativas que aumentarão a produtividade e tornarão seu produto ainda melhor para o mercado.

4. Tome decisões baseadas em fatos

Dentro de um sistema de gestão de qualidade na indústria, é preciso que você seja capaz de tomar as decisões da empresa baseadas em dados reais, concretos, com base em análises e pesquisas.

5. Tenha uma boa relação com seus fornecedores

Sem dúvida, os fornecedores são fundamentais para o sucesso da empresa. Por isso, criar uma comunicação assertiva e estratégica com essas pessoas permitirá o fortalecimento dessa parceria.

Esse trabalho feito em conjunto permitirá que você ofereça boas opções para seus clientes. Afinal, a matéria prima responsável pelos seus produtos e serviços se manterá nova, atualizada e possivelmente negociada com as melhores condições do mercado.

6. Tenha visão sistêmica

A visão sistêmica é peça chave para que seja possível tomar decisões concretas e positivas para toda a organização. Afinal, ela garantirá que você consiga enxergar a corporação por completo, analisando fatores internos e externos, que impactarão na tomada de decisões.

A visão sistêmica também vai lhe ajudar a compreender os processos. Quando você enxerga a sua empresa como um todo, também é possível reestruturar e otimizar tarefas do dia a dia, melhorando ainda mais a produtividade.

7. Gerencie por processos

A gestão de processos, conforme citado na visão sistêmica, é uma forma de melhorar a rotina operacional e aumentar o potencial de resultados da empresa.

Gerenciar recursos e atividades da empresa permitirão que você entenda como tudo acontece, como as pessoas trabalham e, a partir daí, definir uma forma de otimizar os indicadores do seu negócio.

8. Conscientize todos os seus colaboradores

Por último, mas não menos importante, para o ambiente da corporação esteja completamente alinhado com a qualidade na indústria, é preciso envolver todos os colaboradores às metas, estratégias e resultados no dia a dia.

O entrosamento dessas pessoas aumentará e seu comprometimento com os resultados também.

Uma outra estratégia diferenciada para conscientizar e capacitar os profissionais é oferecer cursos de especialização, que melhorarão sua performance no dia a dia.

A indústria está em constante mudança, e acompanhar essas novas necessidades é fundamental para que você consiga conquistar sua competitividade e seu espaço dentro do mercado.

Dessa forma, entender a gestão de qualidade na indústria e aprender a aplicá-la, dedicando-se a cada um dos pilares, é necessário. Quer continuar aprendendo sobre o tema e transformar a realidade da sua empresa? Leia nosso artigo: Indústria 4.0: o que vai mudar na sua vida? e descubra como se preparar para o novo mercado.

Avalie e classifique este artigo.

Nota média: / 5. Nº de avaliações:

Compartilhe este artigo!

Quer receber conteúdos como esses gratuitamente?

Preencha o formulário e cadastre-se para receber os nossos conteúdos exclusivos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.