Gestão de qualidade

Como ter uma gestão de qualidade na indústria de forma eficiente

Para alcançar a gestão de qualidade na indústria é necessário ter atenção aos oito pilares dessa ferramenta: (1) focar no cliente, (2) ter uma liderança proativa, (3) investir em melhoria contínua, (4) tomar decisões baseadas em análises, (5) ter boa relação com fornecedores, (6) ter uma visão sistêmica, (7) gerenciar processos e (8) conscientizar os colaboradores.

Sem dúvidas, gerenciar uma empresa não é tarefa fácil. Existem diversos detalhes que estão envolvidos no processo de regulamentar e alinhar as práticas do negócio às normas de segurança e qualidades exigidas no mundo todo. Por isso, fazer uma boa gestão de qualidade na indústria é fundamental.

Para entender quais são os processos organizacionais que você precisa ficar de olho, acompanhe esse conteúdo.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.

O que é gestão de qualidade?

Para que uma empresa tenha sucesso, é importante que seus gestores tenham uma visão clara e sistêmica a respeito de suas condições e processos. Esse cuidado se faz necessário para que os controladores do negócio sejam capazes de tomar decisões para que ele se torne alinhado as demandas do mercado, permanecendo assim relevante para seus clientes. A gestão de qualidade é uma ferramenta desenvolvida para facilitar esse processo.

Por meio dela, os times de gestores podem confirmar que todos os processos relevantes, como a gestão de colaboradores, o controle financeiro e de contabilidade, a administração de dados e até mesmo as normas de segurança no trabalho, estão alinhados as atuais exigências de qualidade impostas pelo mercado.

Levando esses fatos em consideração, podemos chegar a conclusão de que a gestão de qualidade nada mais é do que uma ferramenta estratégica capaz de otimizar a operação de uma empresa para que ela atenda melhor aos seus clientes e fique mais bem-posicionado no mercado.

Portanto, esse tipo de gestão é indispensável na elaboração de vantagens estratégicas.

Qual é a importância de implementar essa gestão de qualidade na indústria?

Uma das certezas que temos é o aumento da concorrência. Com a evolução do mercado, cresceram os números de novas empresas que oferecem soluções semelhantes para os mesmos problemas dos clientes.

Por isso, a gestão de qualidade na indústria se tornou essencial: ela permitirá que você trabalhe para tornar seu empreendimento cada vez mais competitivo e diferenciado, aumentando a satisfação do seu consumidor e elevando os resultados do seu negócio.

No entanto, os benefícios dessa prática não param por aí, pois:

  • ela melhora o desempenho da empresa;
  • permite a implementação de melhores práticas;
  • melhora a consistência dos produtos;
  • aumenta a produtividade;
  • transforma a rentabilidade do negócio e ajuda;
  • melhorar a comunicação interna.

Desafios na implementação da gestão de qualidade

Apesar de todas as vantagens entregues pela gestão de qualidade, é importante ressaltar que esse processo precisa enfrentar alguns desafios. Entre eles, a capacitação de colaboradores pode ser descrito como um dos mais importantes.

Isso porque, para que uma indústria opere de um modo mais inteligente, seus funcionários precisam ser treinado para lidar com os novos modelos de processos e com ferramentas mais avançadas.

Outro desafio a é a apuração de informações confiáveis e precisas, um fator indispensável para a tomada de decisões estratégicas. Sem dados confiáveis, a tarefa de implementar novos modelos de gestão tende a se tornar muito mais complexa e suscetível a erros.

Como surgiu a gestão de qualidade?

Embora a gestão de qualidade seja uma preocupação atual, ela teve seu início ainda no século 20, quando Walter Andrew Shewhart, um estatístico americano, começou a analisar os fatores ligados a produção, com a intenção de aumentar a eficiência dos processos, e criou o chamado Controle e Estatístico de Processo.

Alguns anos mais tarde, o estatístico acabou por desenvolver um método que, mesmo nos dias de hoje, é altamente utilizado, o Plan Do Check e Action (PDCA)!

Como a tecnologia pode otimizar a implementação dessa gestão?

Quando pensamos na gestão de qualidade, o planejamento a implementação inteligente de processos podem ser encarados como os fatores mais importantes. É nesse contexto que a tecnologia surge como uma importante aliada desse tipo de gestão.

Isso porque, por meio de sistemas de machine learning e big data, por exemplo, o time de gestores pode apurar uma série de dados úteis para melhorar seus processos e planejar a sua produção e até mesmo a estocagem de insumos e produtos.

A tecnologia ainda viabiliza a automação de processos, o que abre espaço para que os processos produtivos sejam executados de um modo mais ágil e padronizado. Menos sujeitos a erros e a falhas.

Por fim, a tecnologia ainda é capaz de otimizar o acompanhamento do maquinário industrial e as rotinas de manutenção. Isso por meio de sensores especializados e de soluções em monitoramento de ativos.

Exemplo prático de gestão de qualidade

Visualizar informações a respeito da gestão de qualidade e de suas vantagens de fato é importante. Mas, para realmente entender como esse conceito pode otimizar o funcionamento de uma indústria, é interessante conferir um exemplo prático.

Pensando nisso, decidimos usar a história de uma grande empresa, conhecida mundialmente pela qualidade de seus produtos e serviços, como uma referência, acompanhe!

McDonald’s e gestão de qualidade

Atualmente, a rede de lanchonetes McDonald’s é tida como uma das empresas mais valiosas do mundo e está presente em uma série de países. Um feito que foi possível graças a gestão de qualidade.

É interessante ressaltar que, desde o começo, os fundadores do negócio buscaram meios de aumentar a eficiência de seus processos operacionais. O que os levou a tomar decisões como:

  • otimizar a organização de sua cozinha;
  • diminuir o número de opções em seu cardápio;
  • permitir que os pedidos fossem feitos diretamente no caixa;
  • desenvolver práticas eficiente de elaboração de pratos e entrega de pedidos.

O resultado dessa nova visão administrativa foi a criação do chamado sistema Speedee, que impulsionou o desenvolvimento do negócio e abriu espaço para o crescimento rápido de novas unidades.

Quais são os oito pilares da gestão de qualidade na indústria?

Para executar a gestão de qualidade na indústria, é preciso ficar de olho em alguns detalhes. Os pilares explicitam tudo o que uma empresa precisa trabalhar para conseguir ter sucesso em gestão.

Apesar de apresentarmos no conteúdo os oito pilares dessa gestão, é preciso se lembrar que o tópico que trabalha a “visão sistêmica” agora está junto ao “gerenciamento de processos”. Essa junção aconteceu em 2015, após a publicação da ISO 9001, e hoje são considerados apenas sete.

1. Foque no cliente

O primeiro pilar é focar no cliente. Essa premissa não é uma novidade, e está sendo considerada nas mais diversas áreas, com diferentes estratégias. Hoje, sem dúvidas, a satisfação e fidelização do cliente são a melhor estratégia para manter a rentabilidade de um negócio.

Por isso, para que a sua empresa seja bem-sucedida nesse quesito, é preciso acompanhar as necessidades dos clientes, entender como eles estão se relacionando com a sua empresa e descobrir se seus produtos e serviços realmente estão sendo capazes de oferecer a solução que eles precisam.

Crie uma estratégia para solicitar feedbacks e ouvir diretamente dos clientes quais são suas expectativas e como sua empresa pode melhorar.

Algumas empresas investem também no setor de sucesso do cliente, criado por profissionais que trabalharão arduamente para entender como ser proativo e garantir que os atuais clientes tenham sempre as melhores experiências.

2. Tenha uma liderança proativa

Embora os colaboradores sejam responsáveis pelos processos mais operacionais, é necessário que eles sejam acompanhados de perto pela liderança da companhia. Isso porque cabe aos gestores a tarefa de orientar os funcionários a respeito dos objetivos da indústria e de sua cultura organizacional. Sem esse suporte, dificilmente os colaboradores serão capazes de apresentar níveis de desempenho e engajamento realmente satisfatórios.

Por essa razão, uma liderança proativa, que tenha a atitude de tomar decisões estratégicas, com o potencial de impactar o desempenho da indústria, é tão importante. É válido ressaltar, porém, que essa proatividade também deve ser usada para passar os colaboradores as metas que devem ser alcançadas e para explicar a eles os procedimentos necessários para que as metas em questão de fato sejam atingidas.

3. Invista em melhoria contínua

Quando pensamos em uma gestão de qualidade altamente eficiente, a melhoria contínua de processos pode ser encarada como um dos fatores mais relevantes. Afinal, ela é a grande responsável por garantir um aumento no desempenho da indústria.

Para que essa otimização de processos seja alcançada, é necessário que os processos em questão sejam mapeados. Isso para que oportunidades de otimização sejam identificadas.

A grande questão é que, durante essa etapa, é vital que cada processo seja pensado de um modo que ele realmente eleve os índices de eficiência da indústria. Aumentando assim a qualidade de seus produtos e serviços.

4. Tome decisões baseadas em fatos

Em um mercado acirrado, não existe espaço para que indústrias, independentemente de seu porte ou área de atua, tomem decisões sem bases concretas. A implementação da gestão de qualidade exige que a companhia invista na apuração e na análise de dados.

Dados estes que são indispensáveis em tomadas de decisões estratégicas.

5. Tenha uma boa relação com seus fornecedores

Sem dúvida, os fornecedores são fundamentais para o sucesso da empresa. Por isso, criar uma comunicação acertada e estratégica com essas pessoas permitirá o fortalecimento dessa parceria.

Esse trabalho feito em conjunto permitirá que você ofereça boas opções para seus clientes. Afinal, a matéria-prima responsável pelos seus produtos e serviços se manterá nova, atualizada e possivelmente negociada com as melhores condições do mercado.

6. Tenha visão sistêmica

A visão sistêmica é peça chave para que seja possível tomar decisões concretas e positivas para toda a organização. Afinal, ela garantirá que você consiga enxergar a corporação por completo, analisando fatores internos e externos, que impactarão na tomada de decisões.

A visão sistêmica também vai lhe ajudar a compreender os processos. Quando você enxerga a sua empresa como um todo, também é possível reestruturar e otimizar tarefas do dia a dia, melhorando ainda mais a produtividade.

7. Gerencie por processos

A gestão de processos, conforme citado na visão sistêmica, é uma forma de melhorar a rotina operacional e aumentar o potencial de resultados da empresa.

Gerenciar recursos e atividades da empresa permitirão que você entenda como tudo acontece, como as pessoas trabalham e, a partir daí, definir uma forma de otimizar os indicadores do seu negócio.

8. Conscientize todos os seus colaboradores

Por último, mas não menos importante, para o ambiente da corporação esteja alinhado com a qualidade na indústria, é preciso envolver todos os colaboradores às metas, estratégias e resultados no dia a dia.

O entrosamento dessas pessoas aumentará e seu comprometimento com os resultados também. Uma outra estratégia diferenciada para conscientizar e capacitar os profissionais é oferecer cursos de especialização, que melhorarão sua performance no dia a dia.

A indústria está em constante mudança, e acompanhar essas novas necessidades é fundamental para que você consiga conquistar sua competitividade e seu espaço dentro do mercado.

Dessa forma, entender a gestão de qualidade na indústria e aprender a aplicá-la, dedicando-se a cada um dos pilares, é necessário. Sem esse cuidado, dificilmente um negócio terá sucesso e será viável no longo prazo.

Agora que você sabe o que é gestão de qualidade e conhece os seus principais pilares, leia este artigo e fique por dentro das metodologias de gestão com o potencial de otimizar os níveis de produtividade em sua indústria!

Avalie e classifique este artigo.

Nota média: 5 / 5. Nº de avaliações: 7

Compartilhe este artigo!

Quer receber conteúdos como esses gratuitamente?

Preencha o formulário e cadastre-se para receber os nossos conteúdos exclusivos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.