Fique por dentro de 6 tendências para a indústria do futuro

Fique por dentro de 6 tendências para a indústria do futuro

A indústria do futuro está mais perto do que você pode imaginar. Várias empresas já saíram na frente e buscaram novidades e tendências que estão ajudando a melhorar seus resultados!

O que é determinante para uma empresa ser bem-sucedida no mercado? Essa pergunta é bem complexa, e é claro que um bom resultado depende de vários fatores, internos e externos. Porém, um ponto-chave é aproveitar os avanços da tecnologia para aprimorar seus processos e produtos.

O termo “indústria do futuro” ganhou bastante destaque na mídia, e vários profissionais já buscam capacitação nas novas tendências, como as tecnologias de impressão 3D, robótica, IoT, entre outras.

Além de adotar essas tecnologias inovadoras, é crucial manter um rigoroso controle de qualidade para garantir que os avanços tecnológicos se traduzam em melhorias concretas e consistentes nos produtos e processos. Confira nosso post sobre controle de qualidade para entender como implementar as melhores práticas nesse aspecto.

Por isso, se você quer ficar atualizado com as novidades da indústria do futuro, continue a leitura deste conteúdo!

O que é a indústria do futuro?

A indústria do futuro, também chamada de indústria 4.0, é uma revolução das empresas, um aprimoramento que visa aumentar produtividade, qualidade, segurança, diminuir desperdícios e custos. A promessa é de que tudo isso pode ser alcançado utilizando os avanços da tecnologia.

É claro que essa não é a primeira revolução industrial, na verdade, ela é considerada como a quarta na história. Se olharmos o passado, a primeira revolução industrial aconteceu na Europa Ocidental entre os anos de 1760 e 1850, sendo caracterizada pelo início de uso de maquinários nas fábricas e do carvão como fonte de energia.

Já a segunda revolução industrial aconteceu entre a segunda metade do século XIX até meados do século XX. Entre as maiores contribuições, podemos destacar o uso do petróleo como fonte de energia, criação do motor à combustão e o início da utilização do aço no lugar do ferro.

A terceira revolução industrial também é conhecida como revolução tecnocientífica e teve seu início na metade do século XX, após a Segunda Guerra Mundial. Esse avanço científico impulsionou o efeito da globalização, reduzindo distâncias e interligando as pessoas ao redor do mundo.

Então, chegamos à nossa quarta revolução, a indústria do futuro. Estamos vivenciando o surgimento de novas tecnologias, que são disruptivas, ou seja, elas alteram a forma com que as coisas eram feitas, trazendo inúmeros benefícios.

No próximo tópico, mostraremos as principais tendências dessa indústria do futuro.

Quais são as principais tendências para a indústria do futuro?

1. Impressão 3D

A primeira tendência da indústria do futuro certamente é a impressão 3D. Aliás, muitas tendências afirmam que em um futuro próximo, todas as casas terão uma impressora 3D!

Essa impressora é capaz de criar um objeto tridimensional a partir de um modelo 3D criado em computador. É um grande avanço no processo de fabricação, uma vez que dispensa o uso de ferramentas de usinagem, por exemplo, permitindo a criação de geometrias complexas que em outros processos são limitados, além de ter um custo muito mais baixo.

Várias empresas já identificaram o potencial da tecnologia, contando com uma ou até mais impressoras para diversas finalidades, seja para criação de protótipos, produtos finais, peças demonstrativas, entre outras.

2. Robótica

A robótica é uma área que começou a se desenvolver ainda na terceira revolução industrial, com o surgimento de robôs e braços mecânicos nas linhas de produção, principalmente na indústria automotiva. Porém, com o avanço da internet e a integração entre sistemas, a robótica ganhou ainda mais importância e vem sendo utilizada em larga escala.

Sempre que há um avanço de tecnologia, cria-se o debate de quais profissões estão sendo substituídas. No caso da robótica, a tendência realmente é que se tenha mais automação nos processos industriais, mas devemos considerar que já há uma maior necessidade de profissionais capacitados não só na criação desses maquinários, mas também na sua programação.

3. Internet das Coisas

IoT, ou Internet das Coisas, ocupa o terceiro lugar da nossa lista de tendências para a indústria do futuro. Quem já viveu a experiência de entrar em uma casa totalmente conectada sabe como é interessante poder usar a tecnologia para a melhoria da qualidade de vida.

Com uma melhor conexão entre os equipamentos industriais, o processo de fabricação pode ser amplamente melhorado. Dados serão analisados em tempo real, gerando relatórios ricos em informações que servirão de base para as tomadas de decisão.

4. Cibersegurança

Uma das maiores preocupações com o avanço da internet é a segurança dos dados. Afinal, cada vez mais estamos conectados e deixamos dados disponíveis em rede.

As empresas que acompanham as novidades do mercado já investem bastante em cibersegurança, não só para manter seguros os seus dados, mas também dos seus clientes.

De um simples e-commerce até uma indústria multinacional, a cibersegurança deve ser sempre considerada.

5. Big Data

O uso de dados na indústria está no auge! Hoje as empresas utilizam bastante os dados para aprimorar a experiência do cliente, melhorar o processo de produção e identificar erros, falhas e oportunidades de melhoria.

Na indústria, o monitoramento de equipamentos, por exemplo, é feito por uma série de sensores instalados que captam diversos indicadores das máquinas. Com um banco de dados, é possível determinar que um equipamento precisa de uma manutenção antes mesmo de ele apresentar uma falha.

6. Energia renovável

Por fim, não podemos deixar de colocar a utilização de fontes de energia renováveis na nossa lista de tendências da indústria do futuro.

A indústria automotiva é um grande exemplo que expõe a preocupação com sustentabilidade. As montadoras desenvolvem e aperfeiçoam cada vez mais os veículos híbridos ou elétricos, que agora alcançam até mesmo o público urbano

Há, também, programas de incentivo ao uso de energia renovável, o que representa uma melhora na utilização do meio ambiente, assim como ganhos econômicos.

Como é possível implementar tais tendências?

Vimos as seis principais tendências da indústria do futuro, mas agora fica a pergunta: como implantar isso na prática?

Cada uma dessas tendências representa um avanço tecnológico, e a empresa deve utilizá-las se pretende se aprimorar e buscar melhores resultados. É claro que essa utilização vai variar de acordo com a empresa, ramo de atuação, estrutura, entre outros, mas fato é que qualquer gestor deve estar atento a essas novidades e buscar familiarizar suas empresas com elas.

Portanto, ignorar essa revolução da indústria pode fazer com que uma empresa abra brechas para sua concorrência, não alcançando as oportunidades possíveis.

Gostou do nosso conteúdo sobre a indústria do futuro? Então, acompanhe nosso perfil no LinkedIn e fique por dentro das novidades!

Avalie e classifique este artigo.

Nota média: 5 / 5. Nº de avaliações: 2

Compartilhe este artigo!

Quer receber conteúdos como esses gratuitamente?

Preencha o formulário e cadastre-se para receber os nossos conteúdos exclusivos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.