Os investimentos na indústria em 2021

Investimentos na indústria: entenda como aumentar a performance dos seus equipamentos

Os investimentos na indústria são cada vez mais necessários para que o setor acompanhe as mudanças do mercado e se mantenha competitivo.

Em uma pesquisa realizada pela CNI (Confederação Nacional da Indústria), 69% das grandes empresas industriais investiram no ano de 2020, e a expectativa é que esses números cresçam ainda mais em 2021.

Na prática, isso quer dizer que será necessário conhecer a fundo quais são os problemas do processo de produção em relação aos equipamentos para identificar o que precisa evoluir. O mais importante, em uma situação como essa, é se antecipar aos problemas e garantir ao máximo o sucesso do produto.

Quer saber mais? Vamos mostrar quais são os investimentos na indústria na hora de aumentar a performance dos equipamentos.

Utilização de manutenção preventiva e preditiva

Trabalhar com foco em manutenção preventiva e preditiva é uma excelente forma de potencializar os resultados das máquinas industriais. Isso porque com esse tipo de procedimento se torna possível prever a performance dos equipamentos, solucionar problemas que causam falhas de maneira antecipada e ainda reduzir o tempo de reparo.

Na prática, a manutenção preventiva é a responsável pela checagem das máquinas dentro de um cronograma preestabelecido conforme as necessidades e o desempenho operacional de cada negócio. Já a preditiva é capaz de identificar os parâmetros que mostram quando será preciso fazer ajustes ou troca de componentes.

Manutenção redutor e motoredutor

A grande vantagem, nesse caso, é que, independentemente do programa adotado, o objetivo é sempre fazer com que tudo esteja disponível o máximo de tempo possível. Um bom planejamento, aqui, contribuí para reduzir custos, ao mesmo tempo que facilita o trabalho dos gestores, que conseguem controlar a produtividade com mais exatidão.

Ferramentas de monitoramento

Hoje em dia, com tantas informações disponíveis, as empresas que não sabem usá-las acabam perdendo espaço no mercado. Isso se refere especialmente às ferramentas de monitoramento e à forma como os dados levantados sobre o funcionamento operacional podem ser aproveitados entre os investimentos na indústria.

Quando se trata dos equipamentos, esse monitoramento traz uma série de benefícios. Entre os principais estão aumento dos níveis de segurança, conhecimento do estado real dos equipamentos e a chance de planejar as manutenções minuciosamente. Com base nos avanços trazidos pela indústria 4.0, a tecnologia que envolve as ferramentas de monitoramento é extremamente sofisticada e eficiente.

Assim, por meio do uso de maneira personalizada, o gestor consegue fazer o acompanhamento em tempo real de componentes das máquinas. Outro ponto muito interessante é que a adoção de ferramentas eleva o planejamento a outro nível e reduz, até mesmo, as chances de acidentes com equipamentos ou colaboradores que não estão devidamente treinados.

Aumento da vida útil dos equipamentos

Uma dúvida comum na indústria é: como aumentar a vida útil dos equipamentos? Afinal, máquinas que apresentam problemas frequentemente impossibilitam o ritmo da produção e ainda aumentam os custos da empresa. Dessa forma, o primeiro passo é monitorar o desgaste dos equipamentos. Não jeito!

Toda máquina usada diariamente vai se desgastar em algum momento. O que faz mesmo diferença, nesse caso, é saber como isso acontece. Conhecer a tendência de desgaste e a situação real em que as máquinas se encontram em cada estágio do trabalho permite que a empresa se prepare de maneira adequada para os reparos, substituições e até monte um plano B com foco no tempo que cada componente vai durar.

Além disso, ao conhecer a máquina e seu funcionamento técnico, é possível adotar medidas que preservam sua vida útil. Sem contar que existem alguns parâmetros que ajudam a identificar o trabalho dos gerentes de manutenção e a montar um acompanhamento detalhado das máquinas. Veja, a seguir, os principais:

  • temperatura;
  • vibração;
  • rotação;
  • consumo de eletricidade;
  • consumo de óleo lubrificante.

Integração de relatórios

Outro investimento necessário na indústria é a integração de relatórios. Afinal de contas, a integração clara das informações tem tudo a ver com o aumento da vida útil das máquinas utilizadas. Em função disso, tudo deve ser apresentado de maneira clara e objetiva para que possa auxiliar nas tomadas de decisões e ainda revelar quando as manutenções devem acontecer com o objetivo de evitar falhas sérias.

Uma boa dica, aqui, é utilizar gráficos que demonstram os níveis de produtividade, os períodos de inatividade, os números de máquinas, as evoluções e tudo que pode ser feito para potencializar o desempenho. Quanto mais detalhado for, melhor será o processo de tomada de decisão de todos os responsáveis. Vale destacar que é necessário ter atenção à capacidade de produção do equipamento e evitar gastos desnecessários.

Programação de produção correta

Quando a empresa deseja crescer no segmento e se manter cada vez mais competitiva, mostra-se indispensável ter uma programação de produção em sintonia com os outros setores.

Cada detalhe da produção deve ser programado com antecedência para encaminhar ao setor de compras, por exemplo, a quantidade de matéria-prima que será usada na produção do dia com o tempo hábil de 2 ou 3 dias.

Como resultado, acontece o melhor aproveitamento dos equipamentos a partir da noção de quando tudo começa a ser produzido e do material necessário para realizar o trabalho. Na verdade, o que faz mesmo diferença é saber sempre qual é o próximo passo do serviço, com foco em profissionais treinados, manutenção preventiva e qualidade dos equipamentos.

Adoção de tecnologias adequadas

Ao pensar em desempenho dos equipamentos, automaticamente a tecnologia já entra em cena. Mas de nada adianta contar com a ajuda de um software de última geração se ele não apresentar relação direta com as necessidades de sua empresa.

Dessa forma, procure por sistemas que tragam soluções personalizadas e que estejam diretamente relacionados com as maiores dores do negócio. Outro ponto que é muito importante envolve usar a tecnologia ao seu favor para reduzir ao máximo os custos com o equipamento.

As principais funções, aqui, giram em torno de acompanhamento de dados em tempo real, adaptação de relatórios gerenciais e cálculos feitos com os indicadores de desempenho. Como consequência, é possível ter mais confiança nas máquinas e saber exatamente quando é o momento certo de optar por mudanças.

Pronto! Agora você já sabe quais investimentos na indústria devem ser realizados para se manter atualizado e competitivo. O mais importante em 2021 é encontrar as tecnologias adequadas para potencializar os resultados e fazer com que o processo de produção seja claro e completamente integrado com foco em crescimento.

Gostou das informações do artigo? Então entre em contato com a Acoplast Brasil e conheça uma série de soluções para a indústria que precisa fazer investimentos.

Avalie e classifique este artigo.

Nota média: 5 / 5. Nº de avaliações: 1

Compartilhe este artigo!

Quer receber conteúdos como esses gratuitamente?

Preencha o formulário e cadastre-se para receber os nossos conteúdos exclusivos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.