manutenção de motores elétricos

Manutenção de motores elétricos: como fazer de maneira correta?

A manutenção de motores elétricos é um fator decisivo na produção industrial. De fato, eles representam parte essencial no coração das empresas e, por isso, precisam de atenção constante dentro de um planejamento bem detalhado. Isso inclui um conjunto de ações discutidas amplamente com todos os setores e lideradas pelo gestor de manutenção.

Ter a noção exata do que as máquinas precisam é um trabalho complexo e constante, mas que deve ser baseado em prevenção no lugar de substituição. Isso faz muita diferença em relação aos custos, à segurança do trabalho e ao cumprimento de prazos.

Artigo tudo sobre manutenção

Quer saber mais? Vamos explicar neste artigo como fazer a manutenção de motores elétricos e suas principais vantagens.

Realize a limpeza periódica

A limpeza periódica é um ponto essencial quando se trata de manutenção de motores elétricos. O processo de higienização tem como objetivo eliminar resquícios de poeira, óleo e outros tipos de detritos. É muito importante ter atenção especial à poeira que não for abrasiva e usar escovas ou itens em algodão para evitar danos.

Em casos que envolvem a poeira que não é abrasiva, é necessário usar o jateamento de ar comprimido para eliminar a sujeira da tampa defletora e o pó que fica acumulado nas pás dos ventiladores e nas aletas de refrigeração. Isso ajuda muito a evitar desmontagens desnecessárias nos equipamentos e paradas de produção não programadas, que trazem uma série de prejuízos.

Tenha atenção especial à lubrificação dos mancais

Outro ponto muito importante no bom funcionamento dos motores elétricos e que precisa ser prioridade na manutenção é a lubrificação. Afinal de contas, ela é fundamental na hora de prolongar a vida útil do sistema de mancais. Observe o estado geral dos mancais para que seja realizada a lubrificação com a graxa indicada adequada.

Com isso, é possível fazer o controle ideal da temperatura e avaliar os rolamentos cuidadosamente. Eles devem ser lubrificados também com graxa para evitar que aconteça o contato metálico dos corpos rolantes nos momentos em que o motor é acionado.

É preciso seguir ainda os períodos de relubrificação orientados pelos mancais que são informados na placa de identificação. Dessa forma, a lubrificação periódica se encaixa no formato de manutenção preventiva que faz toda a diferença nos resultados do trabalho e na redução dos custos em longo prazo.

Qualidade da graxa

A qualidade da graxa e sua quantidade são parte importante da lubrificação de motores elétricos. Por exemplo, é muito importante que graxas de bases diferentes nunca sejam misturadas e a quantidade usada seja a exata indicada pelo fabricante.

Caso contrário, o desempenho da máquina pode ser extremamente prejudicado, com elevação de temperatura que provoca resistência e movimentação nas áreas rotativas. Existe ainda a possibilidade de causar vazamento e o espalhamento de graxa da bobina por outras partes do motor.

Inclua a calibração na manutenção de motores elétricos

A calibração dos motores elétricos é outra ação preventiva muito importante. O motivo é que quando um ativo está em ação, a troca de algumas peças é necessária. Sendo assim, o responsável pela manutenção precisa calibrar e aferir todo o equipamento. Na maioria dos casos, a manutenção preventiva deve acontecer a cada dois meses.

No entanto, se a máquina for usada com muita frequência, o prazo pode ser reduzido de acordo com um planejamento adequado feito pelo gestor de manutenção. Vale ressaltar que, de forma alguma, qualquer serviço em máquinas industriais deve ser realizado sem o olhar cuidadoso de um profissional capacitado.

Para que tudo aconteça com segurança, será preciso interromper o funcionamento do maquinário, usar as ferramentas adequadas e os métodos direcionados especificamente em cada etapa de manutenção. Além disso, no momento de fazer o procedimento na máquina, ela deve ser desconectada da rede de alimentação assim como seus acessórios.

Inspeção

Os intervalos entre as inspeções têm impacto significativo nos resultados positivos da manutenção. A decisão desta periodicidade depende de alguns fatores de modo geral. Entre os principais estão os tipos de motor, as aplicações e as condições do local da instalação.

Em um primeiro momento, o profissional responsável pelo processo realiza uma inspeção visual no motor e no acoplamento. A partir disso, fica mais simples identificar os níveis de ruído, de vibração e de alinhamento da máquina em conjunto com os sinais de que possíveis danos possam surgir e interromper o funcionamento.

Já no procedimento de inspeção geral, é preciso verificar também o estado de vedação e, quando necessário, fazer a troca, avaliar a qualidade de funcionamento dos mancais e limpar a carcaça para que não aconteça nenhum acúmulo de pó ou óleo na parte externa do motor.

Evite erros frequentes na manutenção

A rotina de manutenção costuma ser extremamente complexa e custa muito alto para a empresa se não receber a atenção adequada. O primeiro passo é compreender que, na indústria, as falhas estão relacionadas aos eventos que causam danos ao funcionamento de um equipamento. Em função disso, é importante ter em mente que apostar em manutenção preventiva costuma sair muito mais em conta do que recorrer à manutenção corretiva.

O grande segredo, aqui, é evitar o erro mais frequente quando se trata de manutenção, que é deixar de lado o plano de prevenção. Esse conjunto de atividades focado em segurança soluciona as falhas antes que as peças parem de funcionar. Além de entender as necessidades em cada equipamento, a estratégia ainda permite ter equipamentos mais confiáveis, otimizar a produção, criar um estoque mais eficiente e maior estabilidade.

Vale ressaltar ainda a importância da manutenção preditiva associada ao monitoramento contínuo de ativos, que é considerada a melhor de todas quando se trata de resultados para a indústria. Isso porque ela oferece a possibilidade de realizar inspeções periódicas que identificam as possibilidades de falhas e as solucionam com antecedência para que não precisem de substituição ou qualquer alteração durante o funcionamento.

Pronto! Agora ficou claro como funciona e qual a importância da manutenção de motores elétricos. Para quem precisa de resultados positivos constantes na indústria, interrupções inesperadas devem estar fora de questão e, por esse motivo, apostar em manutenção preditiva e ter um plano bem elaborado faz toda a diferença.

Gostou das informações do artigo? Então, assine nossa newsletter e fique por dentro de outras novidades para melhorar o desempenho na produção.

Avalie e classifique este artigo.

Nota média: 5 / 5. Nº de avaliações: 2

Compartilhe este artigo!

Quer receber conteúdos como esses gratuitamente?

Preencha o formulário e cadastre-se para receber os nossos conteúdos exclusivos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Artigos relacionados