Manutenção de quebra

Saiba a importância da manutenção de quebra

Manutenção de quebra é o tipo de manutenção que é implementado quando o maquinário deixa de funcionar. Esse tipo de manutenção se contrapõem às manutenções preventiva e preditiva, que são projetadas para evitar falhas de equipamentos.

Existem diversos tipos de manutenção industrial, cada um deles é pensado para condições e situações específicas. Dentre estes processos, a manutenção de quebra é a implementada apenas depois que um equipamento deixa de funcionar.

Apesar das possíveis situações adversas que deixar uma máquina trabalhar ate o ponto de quebra podem acarretar, existem casos em que este tipo de manutenção faz muito sentido. Pensando nisso, optamos por desenvolver este conteúdo para explicar a você como ela funciona.

Leia o artigo e descubra o que é a manutenção de quebra e entenda quando vale a pena implementá-la.

O que é a manutenção de quebra

Como o próprio nome deste tipo de manutenção sugere, a manutenção de quebra é o tipo de manutenção que é implementado apenas quando o maquinário deixa de funcionar. Levando estes fatos em consideração, podemos dizer que este é um processo reativo, pois ele só ocorre quando um defeito, capaz de interromper o funcionamento de uma máquina, acontece.

Obviamente, submeter todos os equipamentos de uma indústria a este tipo de manutenção é uma ideia ruim. Isso porque algumas máquinas, quando danificadas, são capazes de acarretar acidentes. O que colocaria em risco a integridade física, e até mesmo a vida, de seus operadores.

Além disso, existem máquinas com nível de criticidade alto que são tão vitais para uma indústria que a sua paralisação é capaz de interromper toda a linha de produção, causando assim graves prejuízos para a companhia.

Por motivos como estes, a manutenção de quebra costuma ser adotada apenas em máquinas que, quando inoperantes, não afetam os níveis de produtividade da companhia. Este modelo de manutenção é comumente aplicado em situações em que máquinas serão substituídas, ou por indústrias que estão para interromper em definitivo sua operação e não tem mais nenhum uso planejado para seu maquinário — nem mesmo a venda.

É importante ressaltar que, uma vez que a manutenção de quebra é aplicada apenas quando um equipamento deixa de funcionar, as indústrias — que trabalham com ela — precisam ter um time de técnicos em espera. Esse cuidado é necessário para garantir que o processo de manutenção seja realizado rapidamente, quando ele se fizer necessário.

Vantagens da manutenção de quebra

Quando pensamos nas principais características deste tipo de manutenção, podemos chegar a conclusão de que sua grande vantagem é a redução de custos. Pois, ao adotá-la, uma indústria não tem os custos recorrentes relacionados a processos de manutenção preventiva e preditiva.

Mas, é preciso considerar que, uma vez que uma máquina apresenta um defeito capaz de interromper seu funcionamento, existem grandes chances de que uma quantia elevada de recursos precise ser alocada para que os reparos sejam feitos.

Isso sem mencionar fatores como a redução da produtividade, enquanto a máquina está parada, e o tempo de trabalho dos técnicos, que poderiam estar realizando funções mais produtivas.

Dada esta realidade, podemos dizer que a manutenção de quebra só deve ser implementada em equipamentos que não desempenham um papel fundamental na linha de produção. Como um exemplo, podemos citar máquinas antigas que estão prestes a serem substituídas.

Saiba quais cuidados tomar para garantir a eficiência dos processos de manutenção

Agora que você entende a importância da manutenção, e conhece seus principais tipos, é hora de compreender os cuidados — que devem ser administrados — em sua implementação. Acompanhe!

Organize a área em que a manutenção será realizada

Em um ambiente sujo e desorganizado, as possibilidades de que algum problema escape da atenção dos técnicos é muito alta. Uma situação que pode até mesmo acarretar acidentes, o que coloca em risco a integridade física dos profissionais.

Por essa razão, é necessário que o ambiente industrial seja sempre limpo e organizado.

Garanta que o equipamento está desligado

Obviamente, os serviços de manutenção — mesmo os mais simples — nunca devem ser realizados com o equipamento ligado. A questão é que, em meio a um cronograma apertado, alguns técnicos podem se esquecer de verificar se a máquina está ligada. Por esse motivo, a indústria precisa treinar seus profissionais para que eles nunca se esqueçam desse e de outros cuidados fundamentais de segurança.

Além disso, as máquinas devem contar com mecanismos de segurança para evitar que sejam acionadas durante os serviços de manutenção.

Utilize equipamentos de segurança

Durante todo o processo de manutenção, o time de técnicos deve usar equipamentos de segurança para garantir que seu corpo não tenha contato direto com superfícies afiadas, ou com materiais tóxicos. Isso sem mencionar os riscos relacionados a quedas.

Para evitar acidentes, os profissionais devem usar os seguintes equipamentos durante o trabalho:

  • protetores auriculares;
  • capacetes;
  • óculos de proteção;
  • calçados especializados;
  • luvas de proteção.

Conte com peças e componentes industriais de alta qualidade

Por fim, é importante ressaltar que a eficiência da manutenção também está relacionada a qualidade das peças e dos componentes usados durante o serviço. O que é natural, uma vez que itens fabricados de maneira inteligente — com matérias-primas de alta qualidade — são mais duráveis e menos sujeitos a defeitos.

Levando este fato em consideração, é fácil perceber porque a indústria deve adquirir apenas peças bem produzidas.

Agora que você sabe a importância do acompanhamento para máquinas e equipamentos, e entende porque a manutenção de quebra não é a melhor opção, que tal ter acesso a um serviço de manutenção altamente especializado, fornecido por uma empresa conhecida por eficiência e pela qualidade de seus serviços e produtos?

Entre em contato conosco e descubra as soluções da Acoplast Brasil para a sua indústria!

Avalie e classifique este artigo.

Nota média: 5 / 5. Nº de avaliações: 1

Compartilhe este artigo!

Quer receber conteúdos como esses gratuitamente?

Preencha o formulário e cadastre-se para receber os nossos conteúdos exclusivos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.