Imagem ilustrativa de um trabalhador em uma fábrica - manutenção detectiva industrial

Manutenção detectiva industrial: entenda como funciona

Para que uma indústria seja produtiva e se destaque no mercado, todos os seus processos e sistemas precisam funcionar de forma eficiente. Um objetivo que pode ser facilmente prejudicado por falhas e defeitos ocultos. É para lidar com essa situação que existe a manutenção detectiva industrial.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.

Ao implementar esse tipo de manutenção industrial, o time de técnicos é capaz de identificar de uma maneira simples as falhas e erros que antes poderiam ficar despercebidos por longos períodos — o que lhes permite tratar o problema em questão, aumentando assim a eficiência da empresa.

Você gostaria de entender melhor essa prática e de descobrir como implementá-la no seu negócio? Leia o artigo e descubra o que é a manutenção detectiva industrial e saiba como proceder para implementá-la!

O que é manutenção detectiva industrial?

Existem diversos tipos de manutenção, como a corretiva, a preventiva e a preditiva e cada um desses tipos de manutenção é adequado para uma necessidade específica do negócio.

A manutenção detectiva industrial também surgiu para atender às demandas da indústria por meio de uma melhoria contínua de seus sistemas e dispositivos de produção. A grande vantagem desse tipo de manutenção é otimizar a detecção de falhas pequenas, mas que ao longo do tempo têm a capacidade de acarretar problemas graves e prejuízos.

Para atender a essa demanda, a manutenção detectiva industrial implementa uma série de testes, conhecidos como Testes de Detecção de Falhas (TDF). Uma vez que os testes em questão apontem um problema, o time de técnicos deve se preparar e realizar a manutenção corretiva antes que a falha encontrada se torne mais grave.

Como a tecnologia atua nesse processo?

É importante levar em consideração que a operação de uma indústria, mesmo aquelas de menor porte, é feita com base em diversos processos e na operação de máquinas e de equipamentos sensíveis. Logo, a tarefa de testar de maneira eficiente todos os pontos importantes tende a ser complexa e, em alguns casos, inviável.

Felizmente, esse problema pode ser eliminado por meio da automação industrial. Isso porque ao recorrer a essa solução, o time de técnicos pode confiar a execução de diversas tarefas a softwares próprios, capazes até mesmo de aprender enquanto desempenham suas funções, o que acaba por torná-los ainda mais eficientes ao longo do tempo.

A verdade é que, todos os dias, novas tecnologias e soluções com o potencial de melhorar as atividades produtivas de uma indústria são criadas. Por essa razão, é indispensável que os profissionais técnicos se mantenham atualizados e atentos a inovações com o potencial de beneficiar a indústria em que trabalham.

Dentre as diversas soluções tecnológicas que podem ser usadas na manutenção detectiva industrial, podemos citar as seguintes como exemplos:

  • controladores lógicos programáveis (CLPs);
  • sistemas para testes em detectores de fumaça e de gás;
  • sistemas para testes em dispositivos de segurança industrial;
  • painéis de sinalização de alarmes.

Por que uma gestão eficiente é tão importante para o sucesso da manutenção detectiva industrial?

Por fim, embora técnicos capacitados e tecnologias eficientes sejam indispensáveis para a realização da manutenção detectiva industrial, esse procedimento ainda exige organização e um sistema de gestão de qualidade.

Estes cuidados se fazem necessários tanto para a implementação da manutenção quanto na apuração de seus resultados. Sem eles, o processo não pode ser controlado de um modo adequado, abrindo espaço para que erros e outros problemas reduzam a sua eficiência.

Para ajudar você nessa tarefa, separamos algumas orientações para otimizar a gestão da manutenção em sua indústria. Acompanhe!

Definição do maquinário que será monitorado

Embora o ideal fosse que todas as máquinas e equipamentos utilizados por uma indústria fossem devidamente acompanhados, os custos envolvidos nessa operação podem dificultar a tarefa.

Além disso, em alguns casos, o maquinário em questão tem impactos tão pequenos sobre os níveis de produtividade da organização que implementar nele medidas de monitoramento inteligentes não é necessário.

Levando esse fato em consideração, podemos dizer que as máquinas e equipamentos mais sensíveis, ou que são mais importantes para a operação da indústria, devem receber prioridade na manutenção detectiva.

Criação de uma rotina de testes

Depois que as máquinas que devem ser monitoradas são definidas, o passo seguinte consiste na criação de uma rotina de testes de detecção de falhas. É necessário que esse planejamento seja feito com base nas características da máquina em questão. Nesse momento, dados como as orientações do fabricante e históricos de manutenção anteriores são muito importantes.

É necessário que a indústria aloque profissionais para verificar a rotina de manutenções, isso com a finalidade de garantir que ela está sendo realizada de acordo com o planejamento inicial.

Elaboração das estratégias de reparo e manutenção corretiva

Outro ponto importante, quando pensamos na manutenção detectiva industrial, é a implementação, em tempo hábil, de reparos sempre que um problema for identificado.

Para garantir que esses procedimentos sejam realizados de forma mais ágil, o ideal é que o time de técnicos da companhia mapeie os principais erros e falhas aos quais os equipamentos monitorados estão sujeitos e crie estratégias de atuação para lidar com eles. Desse modo, a manutenção corretiva planejada pode ser executada mais facilmente pelos profissionais.

Criação de um registro histórico de manutenções

Por fim, é indispensável que todos os erros encontrados e as soluções usadas em suas reparações sejam registrados pelo time de técnicos nos históricos de manutenção da indústria.

Esses dados são muito importantes, pois podem melhorar a elaboração de futuras estratégias de manutenção da indústria. Além disso, eles podem ser usados para identificar a causa de novas falhas e defeitos.

Uma vez que o mercado se encontra cada vez mais disputado, medidas como a capacidade de otimizar a produção de uma indústria, reduzindo os seus custos e aumentando a sua eficiência, são bem-vindas.

Nesse contexto, ao identificar e eliminar falhas antes que elas acarretem prejuízos, a manutenção detectiva industrial surge como uma das soluções mais interessantes e benéficas que podem ser adotadas por uma empresa. Levando isso em consideração, é fácil chegar à conclusão de que ela deve ser implementada.

Agora que você entende a importância da manutenção detectiva industrial, que tal contar com as mais avançadas soluções em monitoramento de ativos para verificar seu maquinário industrial? Entre em contato conosco e descubra como a Acoplast Brasil pode ajudar sua indústria!

Avalie e classifique este artigo.

Nota média: 5 / 5. Nº de avaliações: 1

Compartilhe este artigo!

Quer receber conteúdos como esses gratuitamente?

Preencha o formulário e cadastre-se para receber os nossos conteúdos exclusivos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.