metodologias de gestão na indústria - Acoplast Brasil

Quais são as 5 principais metodologias de gestão e como utilizá-las?

Em um mercado altamente competitivo, é natural que indústrias estejam em busca de ferramentas e de metodologias de gestão que aumentem a sua produtividade industrial. Para que essas ferramentas de fato sejam eficazes, porém, é necessário que elas otimizem os processos da companhia, reduzindo seus custos e elevando seus níveis de eficiência.

Além disso, é importante que os líderes e gestores levem em consideração que companhias diferentes costumam ter demandas e necessidades distintas, de modo que a solução adotada por uma indústria pode não se adequar ao modelo de operação de outra.

Pensando nisso, decidimos preparar este conteúdo com orientações a respeito de métodos que realmente podem melhorar a produtividade de sua indústria. Leia o artigo e descubra 5 metodologias úteis para seu negócio e saiba como implementá-las!

1. Six Sigma

A Six Sigma, ou Seis Sigma, pode ser descrita como uma metodologia de gestão que visa captar e analisar dados com a finalidade de aumentar a eficiência dos processos industriais. Um dos pontos interessantes a respeito da Six Sigma é o fato de que a metodologia sempre coloca o cliente em primeiro lugar. Afinal, o foco da indústria é fazer com que seus produtos cheguem até ele.

Para alcançar esse objetivo, a metodologia de gestão analisa de forma sistemática uma série de dados em busca de falhas e erros que podem ser eliminados nos seus processos.

A implementação da Six Sigma exige os seguintes passos:

  • definição: os principais problemas da empresa são definidos, isso de acordo com o ponto de vista de seus clientes;
  • medição: uma vez que os analistas entendem os problemas, eles começam analisar os dados, que estão a sua disposição, em busca de indicações dos causadores dos problemas em questão;
  • análise: com base nos dados apurados, o grupo de analistas indica as principais causas dos problemas e começa a preparar soluções para eles;
  • melhorias: o time de analistas, em parceria com a gestão, começa a desenvolver o projeto que será implementado;
  • controle: assim que o projeto é implementado, os analistas começam a monitorá-lo para verificar sua eficiência e identificar meios de otimizá-lo.

2. TMP (Manutenção Produtiva Total)

Dentre as metodologias de gestão, a TMP (Manutenção Produtiva Total),pode ser considerada uma das mais interessantes para indústrias. Isso ocorre porque ela foi desenvolvida com a finalidade de otimizar a operação de máquinas e equipamentos industriais.

Uma meta que é alcançada graças a um profundo monitoramento da cadeia produtiva. O que abre espaço para que as principais fontes de falhas, defeitos e paralisações sejam identificadas e eliminadas.

Para colocar a TMP em ação, a gestão de manutenção precisa realizar as seguintes tarefas:

  • capacitar colaboradores para limpar adequadamente os equipamentos, utilizados por eles, e para realizar ajustes e reparos mais simples;
  • implementar um cronograma de manutenções preventivas e complementá-lo com uma solução em manutenção preditiva;
  • implementar a manutenção de qualidade por meio de boas práticas, como o uso do controle estatístico de processos;
  • verificar a fundo as condições e o histórico de máquinas e equipamentos industriais com a finalidade de realizar melhorias específicas em cada um deles;
  • estudar o maquinário atual para verificar se é interessante substituí-lo parcialmente, ou totalmente, por dispositivos mais econômicos e eficientes;
  • estabelecer um cronograma de treinamentos para garantir que os colaboradores estão preparados para operar os equipamentos que estão a sua disposição;
  • implementar boas práticas de segurança e saúde com o objetivo de garantir o bem-estar físico e mental dos colaboradores;
  • melhorar a gestão operacional e administrativa por meio de metodologias de gestão, como o Kaizen.

3. Kanban

O Kanban pode ser descrito como uma metodologia de gestão criada para otimizar a organização e a execução de processos e de atividades. Dentre suas principais vantagens, podemos citar o fato de que ela é altamente visual. O que abre espaço para que os participantes de um projeto sejam capazes de compreender de modo intuitivo a etapa em que o projeto se encontra e os próximos objetivos que devem ser alcançados.

Basicamente, esse método faz uso de cartões visuais móveis para demonstrar dados e informações importantes. Sua implementação pede os seguintes procedimentos:

  • o líder do projeto deve definir as tarefas que serão realizadas e descrever cada uma delas em um cartão;
  • depois, ele deve criar um quadro que apresente as seguintes divisões: não iniciado, em execução, concluído;
  • o passo seguinte consiste em colocar o quadro em um local em que todos os participantes do projeto possam visualizá-lo;
  • uma vez que isso é feito, o líder precisa colar os cartões que apresentam as atividades, que serão realizadas, na divisão do quadro que representa seu estágio atual;
  • conforme as tarefas são executadas, os cartões devem mudar de divisão no quadro até alcançarem o status de concluído.

4. Kaizen

Quando pensamos na otimização de processos e no uso inteligente dos recursos industriais, o Kaizen pode ser encarado como uma das metodologias de gestão mais eficientes. Isso ocorre porque ele é totalmente desenvolvido para fomentar ambientes em que os processos de melhoria se tornem contínuos.

O objetivo do Kaizen é alcançado por meio de um estudo das etapas produtivas que permite aos responsáveis pelo processo identificar pontos em que elas podem ser melhoradas.

Uma característica marcante dessa metodologia é o fato de que ela busca envolver toda a companhia, desde de seus colaboradores até os gestores, com a intenção de que todos participem da busca pelo aumento da eficiência e da organização.

Dentre os principais benefícios desta metodologia, podemos citar os seguintes como exemplo:

  • lucros mais elevados;
  • aumento no engajamento dos colaboradores;
  • otimização de processos de acordo com as demandas da companhia;
  • redução dos custos por meio da eliminação de desperdícios e do uso consciente de recursos;
  • entrega de uma experiência mais satisfatória para os clientes.

Para implementar o Kaizen, o time de gestores deve criar uma equipe que tenha entre 5 e 10 membros. Cabe a esta equipe estudar os processos da empresa, o que costuma ser feito em um espaço de uma semana, e criar soluções para eliminar falhas e aumentar sua eficiência.

5. Lean

A metodologia Lean também foi desenvolvida para viabilizar um uso mais eficiente dos recursos, evitando assim qualquer desperdício. A Lean pede que tanto gestores quanto colaboradores utilizem apenas os ativos que de fato são necessários na execução de suas atividades.

Graças a essa característica, os processos se tornam mais simples, livres da ação de fatores que não precisam ser relacionados, e os recursos são usados de um modo mais consciente, o que acaba por limitar os desperdícios.

Por fim, a implementação da metodologia de gestão Lean pode ser feita por meio dos seguintes passos:

  • em primeiro lugar, os responsáveis pelo projeto precisam mapear os processos produtivos adotados pela indústria;
  • uma vez que essa etapa é realizada, é necessário que eles avaliem cada processo em busca de procedimentos e atividades desnecessárias;
  • logo que os procedimentos sem utilidade são encontrados, o time deve apontá-los a gestão da companhia e começar a preparar uma estratégia para eliminá-los;
  • assim que a estratégia de otimização de processos e colocada em ação, a equipe responsável deve monitorar sua implementação em busca de falhas e de pontos que possam ser melhorados.

Para que uma indústria seja realmente produtiva, é fundamental que seus recursos sejam usados de modo inteligente. É nesse contexto que as metodologias de gestão surgem como uma solução eficiente. Afinal, por meio delas, gargalos podem ser identificados e eliminados com maior facilidade.

Além disso, a organização auferida graças a essas metodologias abre espaço para que o fluxo de atividades seja visualizado de uma forma mais intuitiva, o que acaba por reduzir o índice de retrabalho.

Levando esses fatos em consideração, é possível chegar à conclusão de que as metodologias de gestão são indispensáveis para os negócios que pretendem se destacar no mercado!

Depois de ler este artigo, você conhece 5 das principais metodologias de gestão mais usadas na indústria e sabe como implementá-las. Assine nossa newsletter para receber mais informações úteis!

Avalie e classifique este artigo.

Nota média: 5 / 5. Nº de avaliações: 3

Compartilhe este artigo!

Quer receber conteúdos como esses gratuitamente?

Preencha o formulário e cadastre-se para receber os nossos conteúdos exclusivos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.