O que é externalidade

O que é externalidade e quais os seus efeitos negativos que pode gerar?

É natural que os consumidores se tornem mais exigentes conforme o seu acesso a informações aumenta. Afinal, com mais conhecimentos, eles são capazes de criticar ocorrências que antes passariam despercebidas para eles. Nesse contexto, é importante que os gestores saibam o que é externalidade.

Isso ocorre porque um resultado ruim causado pela indústria, ainda que ele tenha sido acarretado por um acidente, pode causar graves problemas à sua imagem. O que levaria seus clientes a uma busca por novos fornecedores.

Considerando esse fato, resolvemos desenvolver este conteúdo para orientar você a respeito desse tema. Leia o artigo e descubra o que são externalidades e entenda como evitar seus efeitos negativos.

O que é externalidade?

A operação de uma indústria demanda uma elevada quantidade de recursos, como matérias-primas e a força de trabalho de um número razoável de colaboradores. A operação de seu maquinário tende a gerar ruídos e resíduos. Além disso, o maquinário em questão precisa de uma fonte de energia.

Dadas essas características, podemos dizer então que o funcionamento de uma indústria tende a causar diversos impactos, diretos e indiretos, sobre uma região. Neste contexto, podemos definir os impactos indiretos como externalidades.

As externalidades causadas por uma indústria podem ser positivas ou negativas, dependendo de seus impactos. Confira suas principais diferenças:

  • as externalidades positivas correspondem a todos os efeitos positivos indiretos gerados por uma indústria, como um exemplo, podemos citar a criação de empregos e o desenvolvimento da economia em uma cidade pequena;
  • já as externalidades negativas, por sua vez, englobam todos os efeitos indiretos negativos que podem ser gerados por uma indústria.

Quais externalidades negativas uma indústria pode causar?

Agora que você sabe o que é externalidade, é importante conhecer alguns exemplos de externalidades negativas para saber como evitá-las. Continue a leitura e tenha acesso a este conhecimento!

Poluição do meio ambiente

Não é exatamente uma novidade que a operação de uma indústria demanda o uso de combustíveis fósseis. O uso de um motor a combustão, por exemplo, requer a queima de combustível.

É importante ressaltar que mesmo os motores elétricos geram efeitos, afinal, a produção de eletricidade no Brasil, feita por meio de hidrelétricas, gera uma série de impactos ambientais.

Isso sem mencionar o risco de vazamentos de resíduos tóxicos, capazes de poluir a área ao redor da companhia.

Levando esses fatos em consideração, podemos dizer que a poluição é uma das externalidades mais graves. Felizmente, existem soluções para esse problema. Como um exemplo, podemos citar o uso de fontes de energia renováveis, como a energia solar.

Outras tecnologias, como sensores de temperatura, de vibrações e ruídos também são muito úteis nesse momento, pois, por meio delas, o time de técnicos da indústria pode monitorar mais de perto a operação do maquinário. O que lhes permite identificar fatores de risco antes que algum dano seja causado.

Aumento do fluxo de veículos

Uma vez que o funcionamento de uma indústria demanda colaboradores, é natural que o deslocamento deles, de casa para o trabalho, impacte o trânsito no local em que a companhia está instalada. Dependendo do porte da indústria, esse impacto pode ser muito relevante.

Essa situação é um problema porque acaba gerando engarrafamentos e prejudicando a população local. Além disso, considerando a poluição gerada por veículos, podemos dizer que esse aumento no fluxo de veículos também contribui para a redução da qualidade do ar na região.

Desmatamento de áreas verdes

Em determinados momentos, a construção de uma nova planta, ou mesmo a implementação completa de uma indústria, pode exigir que um terreno seja desmatado e nivelado. Mesmo que a área em questão não seja protegida, é inegável que essa atitude tem um impacto sobre a natureza. Principalmente na região em que a obra será realizada.

Para lidar com esse tipo de externalidade, a indústria pode investir no reflorestamento de outras áreas desmatadas. Criando assim um equilíbrio entre as árvores derrubadas e plantadas.

Compra de insumos

Por fim, é importante levar em consideração que no ato de comprar insumos produtivos, a indústria pode estar contribuindo para atividades como o desmatamento de florestas e a degradação ambiental.

Isso ocorre porque, por mais que as empresas que lidam com mineração, por exemplo, tomem todos os cuidados necessários, os seus impactos sobre o ambiente são muito intensos. O mesmo vale para outras indústrias, como a petroquímica.

Mas como insumos como os metais, o plástico e a borracha não podem ser substituídos com facilidade, as companhias que fazem uso deles precisam investir em ações para remediar suas externalidades negativas.

Como um exemplo, podemos citar mais uma vez o investimento no reflorestamento de áreas degradadas. Além disso, a indústria pode implementar, em parceria com escolas e universidades locais, medidas de difusão do conhecimento e da conscientização a respeito da importância da preservação ambiental.

Porque evitar externalidades negativas é tão importante para uma indústria?

Em primeiro lugar, é importante ressaltar que mesmo que a indústria não tenha a intenção de causar uma externalidade negativa, ela ainda é responsável por seus efeitos e pode ser penalizada com multas e, em alguns casos, com a prisão de seus sócios e gestores.

Além disso, em um ambiente como o que vivemos atualmente, em que informações e notícias são transmitidas rapidamente graças ao avanço da tecnologia, esse tipo de evento é capaz de manchar gravemente a imagem de um negócio. O que pode até mesmo afastar seus clientes e comprometer a sua viabilidade.

O que fazer para lidar com as externalidades negativas?

Felizmente, o avanço da tecnologia, e as soluções criadas pela Indústria 4.0, também tem o potencial de ajudar as companhias a controlarem mais de perto sua operação. O que abre espaço para que líderes e gestores identifiquem externalidades negativas antes que elas possam gerar impactos para o negócio.

Além de fazer uso dessas tecnologias, é interessante que a empresa conte com o suporte de especialistas para mapear todos os possíveis impactos que sua operação pode acarretar e para desenvolver soluções para estes problemas.

Agora que você sabe o que é externalidade, deixe um comentário e compartilhe conosco a sua opinião sobre esse tema. Nos conte como a sua indústria se prepara para evitar externalidades negativas.

Avalie e classifique este artigo.

Nota média: 5 / 5. Nº de avaliações: 1

Compartilhe este artigo!

Quer receber conteúdos como esses gratuitamente?

Preencha o formulário e cadastre-se para receber os nossos conteúdos exclusivos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.