problemas na engrenagem

Quais são os principais problemas na engrenagem industrial e como identificá-los?

Para que uma indústria possa operar com pleno potencial, alguns componentes se fazem necessários. Entre os mais importantes estão as engrenagens. Por essa razão, saber identificar problemas na engrenagem é de suma importância.

Caso essa peça não receba o cuidado adequado, ela pode sofrer avarias, uma situação que além de reduzir sua vida útil, tem o potencial de prejudicar os demais elementos do sistema, provocando uma série de prejuízos. Levando em consideração a importância desse tema, decidimos desenvolver um conteúdo com informações indispensáveis a respeito dele.

Guia Completo Tudo sobre engrenagens - Acoplast Brasil

Leia o artigo e descubra os principais problemas que podem surgir e como fazer a manutenção de engrenagens.

Conceito de engrenagens

Antes de conhecer os problemas na engrenagem, é interesse compreender mais a fundo o que é esse dispositivo e como ele funciona. De modo resumido, podemos descrever a engrenagem como uma espécie de roda dentada, feita de metal, cujo objetivo é transmitir torque e potência para um determinado sistema.

Para alcançar esse objetivo, são necessárias ao menos duas engrenagens. Uma delas precisa estar ligada a um mecanismo que a coloque em movimento, de forma que, por meio de uma correia ou outro material semelhante, ela seja capaz de girar a outra engrenagem, e assim transmitir a energia.

Esse dispositivo tem grande importância e é amplamente adotado em sistemas de transmissão, o que faz dele uma peça indispensável para o funcionamento de uma indústria, independentemente de seu porte ou área de atuação.

Principais falhas que uma engrenagem pode apresentar

Uma vez que as engrenagens trabalham com o atrito e com a transmissão do toque, elas estão sujeitas a diversos fatores que podem danificá-las e reduzir a sua vida útil. Citaremos, a seguir, os principais problemas que elas podem apresentar!

Desgastes ocasionados por interferência

Esse tipo de falha ocorre nas situações em que um contato equivocado entre engrenagens ocorre. Nesse caso, toda a carga com que as engrenagens deveriam lidar em conjunto fica concentrada apenas no flanco impulsor e na ponta da engrenagem que recebe o seu impulso.

Uma vez que as peças não foram projetadas para aguentar o acúmulo de carga em partes tão específicas, elas tendem a sofrer avarias. Para evitar esse problema, o time de manutenção deve alinhar cada acoplamento para que a carga seja alocada de forma adequada sobre as engrenagens.

Desgastes ocasionados por abrasão

Em uma indústria, onde via de regra diversos materiais são transportados e utilizados todos os dias, falhas em procedimentos pode fazer com que partículas se acumulem em locais que não deveriam — por exemplo, entre as faces de contato de uma engrenagem.

O desgaste por abrasão é justamente um problema na engrenagem, que ocorre quando alguma substância estranha fica presa entre as faces de contato, o que pode afetar de modo drástico seu desempenho e, se o problema não for identificado rapidamente, trará danos sérios.

É interessante ressaltar que essas substâncias estranhas podem chegar à engrenagem até por meio do óleo usado em sua lubrificação. Por isso, essa tarefa deve ser executada com o devido cuidado.

Quebra ocasionada por sobrecarga

Em determinadas situações, as engrenagens podem sofrer com choques e cargas que não serão suportadas, pois não foram projetadas para isso. Um problema que, assim como acontece no desgaste ocasionado por interferência, pode reduzir a vida útil das peças e danificá-las.

Via de regra, essa falha é causada por choques ou por falhas de tratamentos térmicos.

Trincas superficiais

As trincas superficiais, por sua vez, pode ser descritas como uma leve deformação nas engrenagens. Esse defeito acontece quando alguma força que atua sobre a engrenagem, faz com que o corpo da peça se desloque em planos diferentes. Entre os principais fatores que causam esse defeito, podemos citar os seguintes:

  • emperramentos;
  • excesso de carga;
  • lubrificação insuficiente;
  • vibrações.

 engrenagem comtrinca

Por fim, é importante ressaltar que, se as trincas superficiais não aumentarem, elas tendem a não prejudicar a engrenagem ou o conjunto de componentes que atuam junto a ela.

Identificação de falhas em engrenagens

Agora que você conhece os principais problemas na engrenagem, é importante descobrir quais os sinais de que algum deles está ocorrendo. Continue a leitura e entenda quais fatores observar para identificar falhas no dispositivo!

Matraqueamento

De um modo simples e resumido, podemos descrever o matraqueamento como uma folga ocorrida entre os dentes de uma engrenagem ou como problemas que acarretam um desalinhamento entre engrenagens.

Se as peças apresentarem uma dessas características, estão com algum tipo de defeito.

Presença de limalha no óleo

A limalha é uma espécie de partícula metálica, quando ela surge no óleo de lubrificação, é um sinal claro de que algo está errado com as engrenagens. Entre os problemas que podem ocasionar o surgimento dessas partículas, podemos citar:

  • compatibilidade ruim entre engrenagens novas e velhas;
  • desgaste prematuro da engrenagem;
  • composição inadequada da peça (a engrenagem foi feita com materiais de baixa qualidade).

Superaquecimento da engrenagem

As engrenagens foram projetadas para operar a uma temperatura previamente estabelecida. Por essa razão, caso as peças apresentem uma temperatura mais elevada, algo está errado com elas, o que significa que o time de manutenção precisa ser acionado.

Muitos erros podem ocasionar o superaquecimento, um dos mais comuns é a lubrificação inadequada.

Vibração

Entre os fatores que indicam problemas na engrenagem, um dos mais relevantes é a vibração. Isso ocorre porque, por meio dela, o técnico de manutenção é capaz de verificar uma série de problemas, como o desgaste desigual das engrenagens ou um possível empenamento de eixos.

Importância da manutenção para engrenagens

Por fim, para garantir a vida útil das engrenagens, e também para que elas sejam trocadas antes que possam causar problemas ao sistema em que estão inseridas, é necessário que as peças recebam a manutenção adequada. Uma tarefa que está diretamente relacionada ao modo como elas são monitoradas.

Afinal, sem um acompanhamento eficiente das engrenagens, dificilmente o time de manutenção será capaz de identificar problemas em tempo hábil. Felizmente, as inovações tecnológicas abriram espaço para uma série de soluções em monitoramento, o que é feito por uma combinação inteligente de sensores e de um software especializado.

Agora que você conhece uma série de problemas na engrenagem, o que acha de contar com uma opção de monitoramento inteligente para suas máquinas e equipamentos industriais? Entre em contato conosco e descubra as soluções em monitoramento da Acoplast Brasil!

Avalie e classifique este artigo.

Nota média: 4 / 5. Nº de avaliações: 4

Compartilhe este artigo!

Quer receber conteúdos como esses gratuitamente?

Preencha o formulário e cadastre-se para receber os nossos conteúdos exclusivos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.