profissional manutenção

5 habilidades importantes para o profissional da área de manutenção

Não é um exagero afirmar que o coração da indústria é o seu maquinário. Afinal, sem esses equipamentos, a companhia não pode operar de um modo tão eficiente. Neste contexto, o profissional de manutenção, o grande responsável por garantir que máquinas se mantenham plenamente funcionais, tem grande importância.

Um profissional devidamente capacitado e experiente é capaz de prolongar a vida útil de equipamentos industriais, o que acaba por reduzir custos com reparos e paralisações, ao mesmo tempo que otimiza a produção do negócio.

artigo manutencao industrial

A grande questão é: quais as características que o profissional de manutenção deve ter para garantir um alto desempenho? Leia o artigo e descubra 5 habilidades indispensáveis para o colaborador que atua na área de manutenção!

1. Capacitação

Uma vez que o profissional de manutenção deve executar tarefas relacionadas a verificação e ao reparo de máquinas e de equipamentos industriais, é necessário que ele seja devidamente capacitado.

Via de regra, profissionais que exercem atividades operacionais costumam ser formados em cursos técnicos, como o de mecatrônica e o de mecânica. Para ocupar um cargo de gestão uma graduação, em cursos como Engenharia Mecânica ou de Produção, costuma ser necessário.

O importante é que o profissional, que vai trabalhar na área de manutenção, tenha os conhecimentos necessários para desempenhar suas funções. Se levarmos em consideração que cada atividade de reparo e verificação tem um foco diferente, criar um time com múltiplas formações tende a ser uma boa ideia.

Independentemente da formação técnica do novo colaborador de manutenção, é interessante que a indústria ofereça cursos e treinamentos próprios. Esse cuidado é necessário para que ele fique por dentro de suas particularidades e compreenda mais rapidamente as práticas e o modelo de trabalho adotado.

Tal atitude abre espaço para que o profissional seja capaz de usar todo o seu potencial, em favor da companhia, mais rapidamente, acelerando o processo de adaptação.

2. Liderança

Embora existam um grande número de pessoas em busca de um emprego no Brasil, a verdade é que captar profissionais realmente alinhados ao perfil da empresa não é uma tarefa simples. Por esse motivo, muitas companhias costumam investir em um programa de retenção de talentos, criando um plano de carreira para garantir que seus talentos continuem se desenvolvendo sem deixar o quadro de funcionários.

A área de manutenção, por ser muito técnica, é uma das mais suscetíveis a falta de mão de obra qualificada. Por esse motivo, capacitar e promover colaboradores, para que no futuro eles ocupem cargos de gerência e de gestão é uma estratégia inteligente.

Para que o profissional de manutenção ocupe cargos gerenciais, porém, é necessário que ele tenha capacidade de liderança. Mesmo em posições mais operacionais, a capacidade de se comunicar de forma clara, apresentando seu ponto de vista e organizando a equipe, é extremamente útil e desejável para a indústria.

Liderança é uma habilidade classificada como uma soft skill. Leia nosso artigo, para entender a importâncias das soft skills para os profissionais da indústria 4.0.

Felizmente, essas habilidades podem ser desenvolvidas por meio de treinamentos e de novas experiências.

3. Resolução de problemas

Outra habilidade muito importante para o profissional de manutenção é a capacidade de resolver problemas. Afinal, em seu dia a dia, frente a falhas e quebras em equipamentos industriais, muitas vezes ele se verá forçado a verificar uma série de variáveis em busca de uma resposta correta.

Sem essa habilidade, a tarefa de realizar uma manutenção corretiva emergencial em um curto período de tempo, por exemplo, pode se tornar muito complexa. De modo que uma atividade que preferencialmente deveria ser resolvida logo, pode levar um longo tempo.

É importante levar em consideração, porém que, alguns reparos naturalmente tendem a demorar mais. O importante é que o profissional seja capaz de garantir o retorno à operação no menor tempo possível.

Além disso, essa capacidade de resolver problemas pode ser adotada em outras áreas, tornando processos mais eficientes. É claro, para que isso ocorra, é importante que os colaboradores se sintam à vontade para fazer sugestões a seus gestores diretos.

4. Gestão de tempo

Saber como usar o tempo de modo inteligente também é uma característica importante para o profissional de manutenção.

O dia a dia de um colaborador que lida com atividades relacionadas a manutenção costuma ser corrido. Afinal, além de realizar reparos, substituir peças e verificar o estado de componentes, ele muitas vezes precisa atender a chamados de emergência e lidar com problemas que, se não forem tratados rapidamente, podem causar uma série de prejuízos a empresa.

Gerenciar o tempo inclui também saber analisar as tarefas, classificando-as de acordo com sua prioridade e assim procedendo com a execução. Uma dica que pode ser útil é categorizar as atividades em 1) críticas, 2) de alta prioridade, 3) neutras e de 4) prioridade baixa, de acordo com os impactos na qualidade, produção, segurança e outros critérios importantes em cada cenário.

Embora essa habilidade seja importante para profissionais que ocupam cargos operacionais, ela é ainda mais importante para gerentes e gestores. Isso porque os líderes são os grandes responsáveis por organizar equipes e definir o modo como cada atividade deve ser realizada.

Sem a capacidade de gerir bem o tempo, o gestor poderia atrasar todas as rotinas de manutenção, o que obviamente seria prejudicial para a companhia.

5. Atualização constante

Todos os dias, novas tecnologias surgem e são implementadas na operação de indústrias. Essas inovações não se limitam apenas a novos tipos de máquinas produtivas, mas também criam soluções para reparos e verificações, na forma de novas ferramentas úteis.

Como um exemplo, podemos citar o monitoramento de ativos. Ao fazer uso dessa tecnologia, o time de manutenção passa a ter acesso a um nível muito mais completo de dados a respeito das máquinas e dos equipamentos monitorados. O que lhes permite executar suas atividades de uma maneira mais ágil e eficiente.

É importante que o profissional de manutenção se mantenha sempre atento a essas novidades. Esse cuidado é necessário para que ele fique inteirado a respeito das técnicas e das ferramentas com o potencial de otimizar sua produtividade.

Além disso, com o conceito de automação e de fábricas inteligentes cada vez mais aplicado, esse profissional deve se atualizar para ser capaz de atender as novas demandas do mercado.

Para que o profissional se mantenha atualizado, é interessante que ele continue participando de cursos, palestras e de convenções sobre temas relacionados a sua área de trabalho.

Além disso, a internet é uma grande aliada nesse sentido! Por meio de blogs, como o Blog da Acoplast Brasil, técnicos e gestores de manutenção podem se manter por dentro dos temas mais relevantes relacionados a esse assunto. E isso sem nenhum custo!

Outra dica interessante é a lista que a A JW Engenharia fez com os 17 livros mais lidos pelos profissionais da manutenção. Vale muito a pena conferir!

O importante é que o profissional continue buscando novos conhecimentos de forma constante!

Você concorda que o profissional de manutenção deve ter as habilidades que citamos neste artigo? Gostaria de apontar outras capacidades indispensáveis para esse profissional? Deixe um comentário e compartilhe conosco sua opinião!

Avalie e classifique este artigo.

Nota média: 4.8 / 5. Nº de avaliações: 4

Compartilhe este artigo!

Quer receber conteúdos como esses gratuitamente?

Preencha o formulário e cadastre-se para receber os nossos conteúdos exclusivos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.