Redutor de Velocidade: Entenda de uma vez por todas qual a importância deste equipamento para sua indústria!

redutor - red torque, similar a linha Redurex da Flender
13 minutos para ler

Você sabe o que é um redutor de velocidade? Quais são os principais modelos e marcas disponíveis no mercado? Se é válido fazer uma manutenção periódica ou o monitoramento constante desse ativo industrial?

Não se preocupe! Neste artigo nós iremos entender tudo à respeito de redutores de velocidade industriais e ao fim desta leitura você estará totalmente capacitado para efetuar a melhor escolha para sua indústria e claro, responder todas as questões acima.

Além disso, ressaltamos que todos os modelos e marcas citadas no artigo são referências de qualidade no mercado, possuindo um excelente custo benefício.

Você quer escolher uma marca e modelo que seja ideal para a sua operação e otimizar ainda mais os seus resultados? Então leia com atenção este artigo.

Vamos lá!

Você sabe o que é um redutor de velocidade e qual é a sua função?

Os redutores de velocidade são utilizados para diversas finalidades e possuem diferentes tamanhos. Eles são de grande importância para todo o processo produtivo de uma empresa pois proporcionam alto desempenho de rotação, baixos nível de vibração e ótimos resultados operacionais. 

Redutores de velocidades pequenos são utilizados para churrasqueiras, portões ou de forma caseira. Já os de médio e grande porte são utilizados em níveis industriais, e nós falaremos deles ao longo deste artigo.

Portanto, os redutores industriais são dispositivos mecânicos utilizados para reduzir a velocidade de rotação de um acionador.

Eles reduzem a velocidade de rotação (rotação por minuto – rpm) do acionador aplicando um movimento de grandeza à este objeto. Ou seja, a sua utilização ocorre quando há a necessidade de mudar a velocidade de rotação e, também, de transmitir potência.

A partir disso, esses equipamentos foram desenvolvidos com o propósito de modificar a rotação, a velocidade, o movimento e, também, a força vetorial de uma máquina acionada.

Os redutores de velocidade normalmente são constituídos por:

Eles podem ser acionados através de um motor elétrico, hidráulico, de combustão interna ou turbina a vapor.

Por que devo utilizar um redutor industrial em minha indústria?

Como já vimos, eles são fundamentais para o seu processo industrial pois intensificam e melhoram os resultados operacionais da sua operação.

Além disso, eles possuem:

  • Um alto desempenho de rotação;
  • Baixo nível de ruído e vibração;
  • Inúmeras aplicações possíveis.

Ok, mas como eu posso utilizá-los em minha indústria ou empresa?

Os redutores de velocidades possuem inúmeras aplicações possíveis. Portanto, eles são utilizados em diferentes equipamentos industriais que possuem torque, velocidade e rotação em seu processo.

Dentre os equipamentos mais comuns que utilizam redutores de velocidade, nós destacamos:

  • Maquinários;
  • Agitadores;
  • Pranchas;
  • Extrusores;
  • Guinchos;
  • Transportadores;
  • Pontes rolantes;
  • Fornos rotativos;
  • Dentre vários outros.

Como eles são utilizados em diferentes segmentos e equipamentos, suas características variam de acordo com à sua aplicação.

Portanto, é extremamente importante entender qual é o seu objetivo e necessidade industrial, para que assim, você consiga escolher o modelo de redutor de velocidade que seja ideal para a sua operação.

Para maior compreensão sobre o que são redutores de velocidade, veja o vídeo abaixo:

Como escolher o redutor ideal para minha indústria?

Existe uma infinidade de modelos e tipos de redutores. Assim como já vimos, cada modelo é utilizado de forma específica, atendendo às necessidades de uma determinada máquina ou operação.

Em relação ao preço do redutor de velocidade, ele irá variar de acordo com os modelos e marcas. Logo, nem sempre o mais caro será o melhor e o mais barato o pior, visto que o mais barato pode atender perfeitamente todas às suas necessidades operacionais.

Nesse caso é importante entender qual terá o melhor custo-benefício para sua indústria. Para isso, converse com especialistas e explique quais são as suas necessidade operacionais.

Lembre-se que você só conseguirá melhores resultados, produzindo mais e com custos menores, se escolher um modelo que seja ideal para o seu equipamento.

Quais são os tipos de redutores mais comuns no mercado?

Os redutores mais comuns são os de engrenagens. Eles possuem grande capacidade de transmissão e são utilizados em condições severas para a realização do serviço. Essas engrenagens podem ser cônicas ou cilíndricas.

Além disso, temos os redutores de coroa e rosca sem fim, que são aplicados em diferentes acionamentos industriais.

Outros tipos comuns nas indústrias, são:

  • Epicicloidal, que possuem mix de engrenagens e é utilizado em sistemas compactos com altas taxas de redução;
  • Ortogonal, são compostos por engrenagens helicoidais com cônicas;
  • Coaxial, possuem design compacto, densidade de potência elevada, ampla variedade de aplicações e possibilitam economia de energia.

Em relação aos dentes das engrenagens, eles podem ser helicoidais ou retos.

Geralmente, as que possuem dentes helicoidais permitem maior transmissão de potência.

Portanto, de forma geral, redutores que utilizam algum tipo de engrenagens com dentes helicoidais são mais eficientes e mais utilizados pelas indústrias. Já redutores que utilizam peças com dentes retos são mais simples e, consequentemente, possuem menor custo.

Mas, qual é o mais indicado para mim?

É fácil, por exemplo, se você deseja reduzir vibrações e ruídos, é aconselhável utilizar a engrenagem de dentes helicoidais. Mas, caso você queira uma transmissão de potência mais homogênea, recomendamos a utilização de engrenagens com dentes retos. 

Escolha marcas que são referências no mercado

É importante ter em mente que tipos e marcas são coisas distintas. Enquanto o tipo se refere a um modelo específico, as marcas são empresas de referência que disponibilizam esses tipos de redutores para o mercado.

Falamos acima que o preço de um redutor de velocidade  pode variar de acordo com a sua marca e modelo.

Portanto, é importante ressaltar que marcas renomadas no mercado possuem maior qualidade, produtos com tempo de vida útil maior, entregas rapidas para todo Brasil e oferecem maior suporte técnico, com equipes técnicas especializadas.

Assim, para que você tenha melhores resultados operacionais, recomendamos a utilização de equipamentos provenientes de fábricas qualificadas nacionalmente e internacionalmente no mercado.

FZ-TORQ – Siemens

Os redutores de velocidade FZ-Torq podem ser montados tanto na vertical quanto na horizontal e são aplicados em diversos segmentos e máquinas.

Além disso, eles possuem ótimo custo benefício e sua aplicação ocorre principalmente em:

  • Máquinas de papel;
  • Extrusoras;
  • Elevadores;
  • Misturadores;
  • Torres de resfriamento;
  • Guindastes;
  • Dentre outros.

redutores paralelos - redutores de velocidade industrial comercializado pela Acoplast Brasil

Redutor paralelo

Os modelos paralelos contam com uma ampla variedade de velocidades para redução, garantindo maior versatilidade e adequação aos dispositivos. Geralmente esse modelo é produzido em ferro fundido e composto por engrenagens dispostas de forma paralela.

Apenas empresas especializadas comercializam esse tipo de produto.

Eles possui uma caixa de redução de 1:25 a 450:1, potência nominal de 5.690kW e torque nominal de 2,9 a 1400 Nm.

Redutor Ortogonal

Os ortogonais possuem 25 tamanhos diferentes e são aplicados em siderurgias, indústrias de mineração, papel e celulose, alimentícia e mais.

Eles possuem uma caixa de redução de 5:00 a 400:1, torque nominal de 6,1 a 470 Nm e potência de 4.596 kW.

A Acoplast Brasil é parceira Siemens autorizada a comercializar os seus redutores no Brasil. Portanto, veja os modelos paralelos e ortogonais dos redutores FZ-Torq.

Porém, caso você queira analisar com base em maiores informações desses dois redutores da Flender Siemens, acesse nosso artigo: “Redutores Flender Siemens: Conheça os modelos FZ-TORQ”.

RED-TORQ – Redurex

Os redutores RED-Torq possuem as mesmas características e especificações técnicas da linha Redurex da Flender no Brasil e preços altamente competitivos.

Além disso, eles possuem elevada potência de transmissão, alta precisão, qualidade de superfície, ótima resistência ao desgaste.

O seu corpo é rígido, resistente à torção e a lubrificação das engrenagens e dos mancais dos rolamentos são feitas de forma segura.

Assim, os redutores RED-Torq proporcionam uma intercambiabilidade de todos os seus componentes individuais, principalmente entre engrenagens helicoidais e cônicas, o que é ótimo para o seu bolso, não é mesmo?

RED-TORQ

KZA

Os modelos RED-TORQ KZA são projetados a partir de uma classificação sistemática de tamanhos, dimensões e relações de transmissão. Além disso eles possuem corpos rígidos que são resistentes à torção e manutenção simples.

SDN

Os modelos SDN possuem rolamentos de rolos de alta capacidade de carga e resistência, engrenagens com aço de liga, alta precisão e funcionamento silencioso.

Para maiores informações sobre os redutores RED-Torq, modelos similares ao Redurex da Flender, acesse nosso artigo sobre eles: “RED-Torq ou Redurex? Qual a diferença entre essas marcas?”

CAVEX

O redutores de velocidade da CAVEX são muito utilizados em indústrias alimentícias, farmacêuticas, químicas, dentre outras.

Os CAVEX são compactos, flexíveis e possuem um padrão de limpeza feito em aço inoxidável. Além disso, possuem uma taxa de eficiência de até 97% e caixa de câmbio sustentável.

Um outro atrativo desses redutores de velocidade é que eles possuem um preço altamente competitivo e um ótimo custo-benefício.

Os modelos disponíveis, são:

  • Cavex Worm Gear Boxes, possuem uma excelente eficiência, durabilidade e torque;
  • Cavex hygienic, alta capacidade de carga e baixa emissão de ruídos;
  • Cavex Compact GearBoxes, leves, eficientes e flexíveis;
  • Cavex Whorm Wheel Sets, altamente eficientes, duráveis e robustos.

Para maiores informações sobre modelos de coroa e rosca sem fim, engrenagens helicoidais, cônicas e outras, veja a página dos redutores CAVEX.

Como funciona a manutenção em redutores industriais?

Primeiramente ressaltamos que é preciso tomar precauções em relação aos eixos, mancais, engrenagens e dentes para que você tenha melhores resultados em sua operação.

Lembre-se que redutores de velocidade parados geram custos de improdutividade para a sua empresa. Com isso, se você deseja maior eficiência operacional e produtividade, recomendamos que faça manutenções periódicas em seus equipamentos.

Para isso, veja como está o nível de lubrificação da máquina, o nivelamento e o seu alinhamento. Além disso, faça vistorias visuais e examine se há atritos e desgastes nos redutores e nas máquinas acionadas.

Caso você veja algum problema, converse com profissionais especializados para que eles possam efetuar manutenções corretivas e preventivas em sua operação.

Manutenção preventiva e corretiva

A manutenção preventiva e corretiva são fundamentais para que os redutores continuem trabalhando com eficiência e efetividade.

De forma bem objetiva, a manutenção preventiva visa prevenir possíveis falhas.

Portanto, ela consiste em ações de controle e monitoramento dos equipamentos, para que quando haja algum problema, como baixa produtividade, ruídos e cheiros estranhos, ela atue antes que a falha funcional ocorra.

Para maiores informações sobre esse tipo de manutenção, acesse o nosso post: “Manutenção Preventiva: Entenda a importância de fazer inspeções periódicas em sua operação”.

Em contrapartida, a manutenção corretiva é quando o redutor já apresenta uma falha funcional, fazendo com que sua operação pare.

A corretiva é a manutenção mais cara, visto que você não terá sua operação parada, atrasos de entregas, mão de obras ociosas, etc.

Manutenção Preditiva

A manutenção preditiva é todo o monitoramento e acompanhamento de máquinas e equipamentos em uma operação. Assim, empresas e indústrias que efetuam este tipo de manutenção em seus processos possuem melhores resultados e máquinas mais eficientes.

A diferença deste tipo de manutenção para as duas citadas acima é que essa tem que ser tratada como uma metodologia. Ou seja, ela deve ser enraizada na cultura e nos fluxos dos processos da empresa como forma de gerar ações planejadas e contínuas de manutenção.

Um dos pilares da preditiva é o monitoramento de ativos, um serviço que automatiza máquinas, processos e operações com o foco de levar mais disponibilidade e eficiência para os processos.

Falaremos sobre ele a seguir.

Monitoramento de ativos industriais

O monitoramento de ativos industriais é uma outra forma de obter maior eficiência e controle da sua atividade industrial.

Esse serviço surge com a indústria 4.0 e é utilizado por empresas que desejam melhorar a performance de todo o seu processo industrial, entregando mais resultados com custos menores.

Mas, como esse serviço funciona?

Ele funciona a partir de sensores que são colocados em seus redutores de velocidade, máquinas acionadas e/ou motores. Assim, todo o desempenho desses ativos são enviados para uma central que faz toda a análise de desempenho e resultado.

Com o monitoramento de ativos é possível melhorar resultados e evitar ou antecipar possíveis falhas que podem ocorrer durante o processo operacional de uma indústria.

Gostaria de entender um pouco mais sobre esse serviço? Leia nosso artigo: “Monitoramento de ativos: o que é? Como posso melhorar meus resultados industriais com esse serviço?”.

banner monitoramento industrial - post Acoplast Brasil

Conclusão

Neste post nós entendemos sobre a importância de se ter um redutor de velocidade em seu processo industrial e quais são os modelos e marcas mais utilizados pelas indústrias.

Além disso, falamos sobre a importância de monitorar de perto todo esse processo, buscando sempre por melhores resultados.

Ressaltamos também que a lubrificação é extremamente importante para o bom funcionamento do redutor e normalmente ela é feita por imersão total do produto no óleo.

Lembre-se que cada modelo possui uma descrição e característica específica. Portanto, é importante entender quais modelos atingirão a sua necessidade, verificando as seguintes características abaixo:

  • Potência;
  • Torque;
  • Dimensão.

A Acoplast Brasil possui modelos de redutores de velocidade disponíveis para entrega rápida para toda a América Latina, além de uma equipe técnica especializada e pronta para te ajudar na escolha do modelo perfeito para a sua operação.

Veja todas os nossos modelos de redutores disponíveis e faça a melhor escolha para sua indústria.

Gostou deste artigo? Então compartilhe-o para que mais pessoas possam acessá-lo.

Muito obrigado e até a próxima!

redutores marcas siemens, redurex e cavex
Redutor de Velocidade: Entenda de uma vez por todas qual a importância deste equipamento para sua indústria!
5 (100%) 4 votes
Você também pode gostar

Deixe um comentário