reparo de equipamentos

Por que investir no reparo de equipamentos na indústria?

Não é novidade para ninguém que a operação de uma indústria só é possível por meio do uso de máquinas que, operadas pelos colaboradores, efetuam a produção. Para que esta produção se mantenha constante, porém, o reparo de equipamentos é fundamental.

Afinal, caso uma máquina apresente defeitos, sua produção pode ser reduzida e, em alguns casos, até mesmo paralisada, o que obviamente afetaria de modo negativo os resultados da indústria e seu faturamento.

Embora este processo de manutenção seja fundamental, não são poucos os empresários que o ignoram, encarando como um simples custo e não como um investimento.

Pensando nesse problema, resolvemos preparar este conteúdo com informações a respeito da importância de um programa eficiente de reparos e manutenção. Continue a leitura e descubra porque investir no reparo de equipamentos em sua indústria.

Qual a importância de um programa eficiente de reparos e manutenção?

Apesar de muitas vezes ser relacionada apenas com a tarefa de consertar um equipamento quando ele apresenta defeitos, o processo de manutenção vai muito além e engloba fatores como prevenção e planejamento.

Por meio dele, o empresário tem a possibilidade de manter em pleno funcionamento seu maquinário industrial por períodos mais longos, o que reflete positivamente em seu faturamento.

Quando falamos no processo de manutenção, é importante ressaltar que ele pode ser dividido em diversas práticas, cada uma delas adequada a um modelo de indústria. Dentre as práticas mais usuais de manutenção, podemos citar as seguintes:

Manutenção corretiva

É provável que o conceito de manutenção corretiva seja o mais conhecido, afinal, ele consiste basicamente em reparar uma máquina ou equipamento que apresentou problemas durante sua operação.

Por mais que o programa de manutenção de uma empresa seja eficiente, é preciso levar em consideração que imprevistos acontecem.

Além disso, nem todos os fatores que podem incidir sobre a máquina em questão estão no controle da indústria.

Por esse motivo é importante que a companhia tenha uma equipe especializada disponível para efetuar reparos em equipamentos durante sua operação.

Manutenção preventiva

Embora a manutenção corretiva seja necessária, é importante levar em consideração que, quando uma máquina deixa de produzir para ser reparada ela está afetando negativamente o desempenho da empresa.

A manutenção preventiva visa eliminar esse transtorno por meio da implementação de um cronograma de monitoramento constante de máquinas e equipamentos e da realização de reparos antes que eles apresentem problemas.

Como este tipo de manutenção pode ser programado, a atividade é realizada em momentos que não prejudicará a produção da indústria.

Manutenção preditiva

A manutenção preditiva, por sua vez, busca ir além preventiva. Sua função é medir o tempo de vida útil dos componentes de uma máquina ou de um equipamento, definindo assim que eles sejam trocados, ou reparados, antes que apresentem problemas.

Para alcançar este resultado, a manutenção preditiva utiliza softwares e sensores especializados para monitorar o desempenho das máquinas e equipamentos em questão.

Afinal, como investir na manutenção e reparo de equipamentos pode ajudar minha indústria?

Agora que você entende a importância dos processos de reparo e manutenção, e conhece suas principais categorias, é hora de entender de um modo prático como eles podem beneficiar sua indústria. Continue a leitura e tenha acesso a este conhecimento!

Elevação da vida útil de máquinas e equipamentos

O primeiro benefício, e provavelmente o mais óbvio, de um programa eficiente de reparos e manutenção é uma elevação na vida útil das máquinas e dos equipamentos utilizados pela indústria.

Isso ocorre porque componentes defeituosos tendem a causar mais estresse na máquina em questão, afetando outros componentes e sua estrutura em si. Por esse motivo, a substituição do item problemático tende a aumentar o período em que a máquina pode ser utilizada.

Redução de custos

Com uma vida útil maior, o custo de manutenção dos equipamentos, como os gastos com a aquisição de novas peças, é reduzido.

Essa situação permite que os recursos, antes aplicados nesses custos, sejam utilizados em outras áreas da empresa, como na qualificação de seus funcionários e no investimento em mais equipamento especializado.

Aumento de produtividade

Um processo de reparos e manutenção de equipamentos permite que eles sejam usados por períodos mais longos sem apresentar falhas e paralisações. Na prática, isso significa um aumento considerável na produtividade da indústria que tende a elevar de modo significativo seu faturamento.

Portanto, não é um exagero dizer que a atitude de investir no reparo de equipamentos tem o potencial de aumentar a rentabilidade de uma indústria.

Como implementar uma política de manutenção e reparo de equipamentos em minha indústria?

A realização desta tarefa, porém, exige alguns cuidados importantes. Continue a leitura e entenda cada um deles.

Monte um time qualificado

A tarefa de reparar máquinas e equipamentos é muito importante e deve ser levada a sério. Afinal, caso a pessoa responsável por ela não entenda o que está fazendo, ela pode prejudicar o equipamento em questão ou até mesmo sofrer um acidente.

Por esse motivo, apenas profissionais qualificados, como técnicos e engenheiros com experiência, devem ser contratados para exercer tal função.

Invista em tecnologia

Por mais qualificado que seja um profissional, sem as ferramentas adequadas ele não será capaz desempenhar suas funções adequadamente. Por esse motivo, o investimento em soluções tecnológicas, como sensores, medidores e softwares é de suma importância.

Elabore um projeto de reparos e manutenção

Por fim, é fundamental que a equipe, responsável pelo reparo de equipamentos, faça um mapeamento de todas as máquinas da indústria e, com base em seus modelos de operação e requisitos técnicos, elabore um cronograma de avaliações.

É importante que esse cronograma respeite o período em que a máquina em questão deve ficar em funcionamento, mas ao mesmo tempo, ele precisa garantir que o número de manutenções de fato seja capaz de garantir a detecção e eliminação de falhas e erros antes que causem problemas.

A implementação de uma política de manutenção e reparo de equipamentos é fundamental para uma indústria que pretendente se manter relevante no mercado.

Para que ela seja bem-sucedida, porém, conhecimentos técnicos a respeito dos equipamentos são indispensáveis. Leia este artigo e conheça a engrenagem, uma das peças mais relevantes para a operação de uma indústria.

Avalie e classifique este artigo.

Nota média: 5 / 5. Nº de avaliações: 3

Compartilhe este artigo!

Quer receber conteúdos como esses gratuitamente?

Preencha o formulário e cadastre-se para receber os nossos conteúdos exclusivos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.