revolução industrial 4.0

O que é a Revolução Industrial 4.0? Qual o seu impacto nos processos industriais?

Utilizando tecnologias como a robótica e a inteligência artificial, as indústrias têm criado verdadeiras fábricas inteligentes, capazes de operar de forma autônoma. Esse novo conceito, que tem revolucionado o mercado, é conhecido como indústria 4.0.

Assim como a sociedade, o mercado e a produção industrial estão em constante evolução. Afinal, sem esse cuidado, atender as demandas da população, que tendem a se tornar cada vez mais altas com o passar do tempo, não seria possível. Nesse contexto, vivemos num período conhecido como 4° revolução industrial, ou indústria 4.0.

Como principal característica desse período, podemos citar o uso de avançadas tecnologias, como a robótica e a inteligência artificial, para o desenvolvimento de fábricas inteligentes, que, por sua vez, estão ficando cada vez mais autônomas e eficientes.

Você gostaria de aprender mais a respeito desse assunto? Continue a leitura e entenda os processos por trás das revoluções industriais e da indústria 4.0!

Conceito de revolução industrial

Antes de entender o que é a indústria 4.0, compreender a fundo o conceito de revolução industrial é necessário. Isso ocorre porque, sem esse conhecimento, é difícil captar, de forma clara, a diferença entre os níveis industriais pelos quais o mercado já passou.

De um modo simples, podemos descrever a revolução industrial como um conjunto de avanços, acarretados por novas tecnologias, que aumentam a eficiência de uma indústria, tornando-a assim mais produtiva.

Uma vez que uma fábrica é capaz de produzir mais gastando menos, ela pode de reduzir seus preços, o que aumenta o número de suas vendas, elevando os recursos em seu caixa.

Outro aspecto importante de uma revolução industrial são os seus impactos sobre a sociedade. Isso ocorre porque, conforme um produto torna-se mais acessível e passa a fazer parte do dia a dia de uma pessoa, ele melhora seu padrão de vida. Com o passar do tempo, e com o avanço da tecnologia, essa melhoria torna-se ainda mais aparente.

Como um exemplo, podemos citar o ventilador. Atualmente ele é um dispositivo simples, presente em quase todas as casas, mas, a alguns anos atrás, ele poderia ser considerado um item de luxo.

Agora que você entende o conceito de revolução industrial, continue a leitura e descubra seus impactos ao longo do tempo.

1º revolução industrial

Esse processo ocorreu com a transição e transformação dos processos de manufatura, por volta dos anos de 1760 e 1840.

Assim, surgiram novos métodos de produção, fazendo uma transição entre a produção artesanal para a produção por máquinas, utilizando de forma mais eficaz a energia da água e vapor. Além do uso do carvão, muito importante durante todo esse processo.

2º revolução industrial

Iniciou-se por volta de 1850 e durou até 1945. Foi um processo duradouro e que envolveu uma série de desenvolvimentos dentro das indústrias.

Durante esse período, houve:

  • a introdução de navios de aço movidos a vapor;
  • desenvolvimento do avião;
  • produção em massa de bens de consumo (Henry Ford e o Fordismo);
  • refrigeração mecânica.

3º revolução industrial

Essa revolução industrial começou aproximadamente no ano 1970 e é chamada de revolução informacional. Esse nome surge a partir do descobrimento da robótica, uso intenso da internet e globalização, gerando um acesso fácil à informação.

Esse processo abrange progressos na agricultura, pecuária, comércio e prestação de serviços. Mas, seu maior impacto foi — mais uma vez — nas indústrias.

Portanto, ela é caracterizada pelo uso da tecnologia e do sistema informático na produção industrial, desenvolvimento da robótica, terceirização da economia, aumento da consciência ambiental, além de outros fatores, como a automação industrial.

Revolução industrial 4.0

Podemos dizer que a quarta revolução começou em 2010, isso graças ao conjunto de tecnologias e dispositivos que permitem a coleta de informações, em tempo real, e a operação autônoma de máquinas e equipamentos industriais.

É o que estamos vivendo atualmente, é o sistema físico cibernético, inclusão de robôs, automação, sensores, sistemas que avisam quando falta algo ou quando estão sendo utilizados de forma incorreta na indústria.

A indústria 4.0 engloba:

Ela marca um novo período neste mercado com fábricas inteligentes, que ao se conectar com máquinas, sistemas e ativos, criam redes inteligentes que agregam valor à indústria. Esse novo tipo de fábrica é apta na prevenção de falhas que ocorrem durante os processos.

A dinâmica do mercado na quarta revolução industrial é totalmente diferente, pois é marcado pela agilidade na informação (ainda maior que na 3º onda industrial), inovação e resposta rápida da empresa para o mercado.

A principal característica da indústria 4.0 é a capacidade de estabelecer uma integração entre todo o processo industrial, ou seja, integrar:

  • máquinas;
  • dispositivos;
  • sistemas;
  • pessoas.

Princípios da indústria 4.0

Para ser capaz de entregar resultados elevados, utilizando de modo mais adequado as diversas tecnologias que têm a seu favor, a 4° revolução industrial se baseia em 6 princípios fundamentais. Continue a leitura e descubra quais são eles e como funcionam.

Análise eficiente de informações

Em um mercado altamente competitivo, decisões importantes precisam ser tomadas em curtos períodos de tempo, o que, obviamente, pode reduzir sua eficácia. Nesse contexto, a indústria 4.0 trabalha com sistemas e sensores que apuram dados em tempo real, o que abre espaço para que líderes e gestores tenham a sua disposição as informações que necessitam para tomar decisões rápidas.

Operação virtual

A operação de uma fábrica está sujeita a uma série de erros que muitas vezes passam despercebidos por longos períodos, reduzindo assim sua eficiência e, por consequência, sua produtividade.

A virtualização de fábricas inteligentes, porém, é um conceito que adota sensores, combinados a softwares especializados, para criar um modelo virtual da fábrica. Por meio desse modelo, testes podem ser realizados para identificar possíveis gargalos ou falhas de segurança.

Descentralização da tomada de decisões

Esse conceito está relacionado a automação da fábrica. De um modo simples, ele consiste na utilização de sensores, para captar dados em tempo real sobre os diversos fatores, relacionados a operação da indústria, e enviá-los a um software. O software, por sua vez, deve analisá-los, em tempo real, e tomar decisões por conta própria.

Software orientado a serviços

Com a finalidade de tornar a operação da indústria mais eficiente, softwares especializados devem ser utilizados para realizar diversos serviços que reflitam de modo positivo em sua produtividade.

Produção modular

Um conceito que permite que, quando necessário, novos módulos sejam conectados e desconectados de uma indústria, isso de acordo com o item que ela pretende produzir. Esse conceito abre espaço para que uma fábrica seja capaz de produzir uma variedade maior de produtos com menos custos.

Operação integrada de máquinas e dispositivos

Seguindo o princípio da internet das coisas, essa prática permite que os diversos equipamentos em uma indústria possam trocar informações, o que permite que sua operação seja realizada de um modo mais prático e eficiente.

Vantagens da indústria 4.0

Como já vimos ao longo desse artigo, a onda 4.0 possui diversas vantagens e benefícios. Transformar sua fábrica em 4.0, fará com que você reduza seus custos de produção e manutenção, tenha um maior controle sobre sua máquina acionada, redutores e motorredutores industriais, aumente e maximize sua produção industrial e entregue um produto ou serviço com maior qualidade para seu cliente.

Outra vantagem importante a ressaltar é em relação à segurança dos seus funcionários. Todo esse sistema de monitoramento, faz com que você possua um maior controle do seu processo como um todo. Assim, a expectativa é que as falhas sejam reduzidas ou antecipadas.

É fundamental recorrer às novas tecnologias, ainda mais em um mercado cada vez mais dinâmico. Manter-se atualizado é vital para estar em sintonia com as novidades da era digital.

Profissionais habilitados para indústria 4.0

Cada vez mais, as empresas necessitam de profissionais autodidatas, autônomos e que tenham sede em aprender. Nesse tipo de indústria, não é diferente, é fundamental profissionais que possuam habilidades voltadas para esse cenário digital, visto que a tecnologia e a automação são os pilares dessa 4° onda.

Citaremos abaixo algumas das qualidades que esses profissionais devem possuir, são elas:

Gestão inovadora

É fundamental ter uma gestão criativa, estratégica e de velocidade. A integração ocorre em sistemas, mas também em setores, entre equipes.

Multidisciplinaridade

Visto que as equipes vão lidar com diferentes conceitos, um conhecimento multidisciplinar torna-se fundamental para o profissional dessa indústria.

Criatividade

É a característica que todos os setores do mercado estão solicitando, é a principal característica da era digital.

Pessoas criativas e ousadas fazem uma diferença grandiosa para uma empresa ou indústria no mercado. E, cada vez mais, as empresas dão mais valor para experiências extracampo, do que para formações acadêmicas. Portanto, é fundamental procurar por cursos e práticas de especialização, experiências durante sua formação como profissional.

Vimos nesse artigo que a revolução industrial 4.0 está presente entre nós, que o futuro é tecnológico e que já há fábricas que são 4.0, que utilizam a inovação para se destacar no mercado perante a concorrência.

No Brasil, especialistas dizem que grande parte está na transição da Indústria 2.0, caracterizada pela linha de montagem para a 3.0, caracterizada pelo uso da robótica e informação.

Portanto, é fundamental correr atrás desse tempo perdido, o mundo está em constante evolução e você não deve se preocupar! Para isso, crie um sistema de monitoramento de ativos e de redes inteligentes em seu processo, assim você conseguirá destacar-se perante sua concorrência e a esse novo tipo de mercado.

Agora que você sabe o que é a indústria 4.0, gostaria de receber mais orientações úteis, como essa? Curta a nossa página no Facebook e tenha acesso a diversos conteúdos relevantes!

Avalie e classifique este artigo.

Nota média: 5 / 5. Nº de avaliações: 6

Compartilhe este artigo!

Quer receber conteúdos como esses gratuitamente?

Preencha o formulário e cadastre-se para receber os nossos conteúdos exclusivos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.