Imagem ilustrativa de uma roda dentada

Roda Dentada ou Engrenagem? Entenda qual a diferença entre essas peças!

Roda dentada e engrenagem são elementos que se diferem principalmente em relação à funcionalidade. Enquanto o objetivo da roda dentada é engatar e mover, a função da engrenagem é conectar e agrupar outras rodas dentadas, formando pares.

Antes de falarmos sobre o que é uma roda dentada e como ela se distingue de uma engrenagem, é importante saber em primeiro lugar o que é engrenagem e quais são os seus tipos e aplicações.

Guia Completo Tudo sobre engrenagens - Acoplast Brasil

Também ressaltamos que tanto a roda dentada quanto a engrenagem são utilizadas com o intuito de transmitir energia em algum tipo de máquina ou mover itens de bloqueio em redutores de velocidade, motoredutores, entre outros equipamentos.

A partir disso, abordaremos neste post o que são rodas dentadas e a diferença entre esse equipamento e engrenagens. Ficou com curiosidade? Continue a leitura!

Qual é a diferença entre roda dentada e engrenagem?

Não há grandes diferenças entre esses dois equipamentos. É muito comum, inclusive, quem chame a engrenagem de roda dentada. Isso mostra que a nomenclatura varia, mas o produto em si é o mesmo.

Dessa forma, criamos este post com o intuito de mostrar uma diferença na aplicação desses equipamentos: a única diferença entre uma roda dentada e uma engrenagem é em relação às suas funcionalidades.

Enquanto a roda dentada interage com um item flexível recuado ou perfurado e o seu objetivo é engatar e mover, a engrenagem é formada por rodas dentadas que são fabricadas com o intuito de entrosar e agrupar outras rodas dentadas.

Com base nisso, percebe-se que as rodas dentadas são construídas para serem aplicadas em perfurações de itens que são projetados e necessitam de movimentação, ou seja, itens que serão movidos ao longo da operação.

Já em relação às engrenagens, elas se agrupam uma com as outras. As engrenagens possuem um par e, a partir disso, elas são feitas e construídas com diferentes designs possíveis.

Quais são os tipos de roda dentada presentes no mercado?

Antes de construir o maquinário, é de suma importância escolher a melhor roda dentada para obter o máximo de aproveitamento. Os tipos de roda contam com várias utilidades, sendo úteis para diferentes indústrias.

Para ajudar você a fazer uma boa escolha e otimizar sua gestão de compras, esclarecemos logo abaixo um pouco sobre como funcionam os principais tipos presentes no mercado.

Cilíndricas com dentes retos

A roda dentada com dentes retos e formato cilíndrico é aplicada em motores e exerce funções essenciais para que eles mantenham a mesma velocidade e rotação do eixo ao longo de todo o processo. De modo geral, esse modelo faz variações na força e velocidade de rotação pela mudança do tamanho do raio da roda. Os dentes retos são instalados de modo paralelo para que liguem uma roda à outra.

Em relação aos outros tipos, a roda dentada cilíndrica com dentes retos tem um custo mais baixo e pode ser encontrada no mercado com relativa facilidade. É um modelo de simples produção, fácil de instalar, compacto e confiável, embora tenha a desvantagem de produzir ruídos ao longo do seu funcionamento.

Cilíndrica com dentes helicoidais

As rodas cilíndricas com dentes helicoidais não são instaladas com dentes alinhados e paralelos ao eixo. Nesse modelo, eles são inclinados para criar um ângulo entre o eixo e o segmento dos dentes.

O formato inclinado dessa roda garante uma vantagem importante, pois os dentes não se engatam com rapidez, o que está diretamente relacionado à menor quantidade de ruídos produzidos. Além de uma operação mais silenciosa, as rodas com dentes helicoidais sustentam mais carga comparadas às rodas com dentes retos.

Cônicas com dentes retos

A roda com formato cônico tem a vantagem de mudar sua força e direção do giro para transmitir energia a eixos com diferentes ângulos. Contudo, por ser mais inclinado, esse modelo exige maior cuidado e precisão na montagem, pois está mais sujeito a desencaixe e emperramento.

O formato reto dos dentes faz com que a roda se desgaste mais conforme o tempo, pois o impacto da movimentação atinge um dente por vez. Esse detalhe também faz a roda suportar cargas mais baixas e com menor velocidade.

Cônicas com dentes helicoidais

Da mesma forma que acontece nas rodas cilíndricas, o modelo cônico com dentes helicoidais conta com um aproveitamento significativo de energia em relação ao formato reto dos dentes. Devido à inclinação, a roda tem uma operação silenciosa e com maior eficácia.

É um tipo de roda que deve ser utilizada em maquinários que sustentem cargas maiores e precisam de velocidades elevadas de transmissão. Por ser helicoidal, esse modelo deve ser produzido com material que aguente o forte impacto que uma roda gera na outra.

Cônicas com dentes hipoides

Imagem de uma roda dentada/engrenagem aplicada em uma indústria.

A roda cônica com hipoides tem benefícios em relação às outras. Por ter dentes mais longos, esse modelo tem a capacidade de transmitir mais torque em comparação aos modelos helicoidais simples. Além disso, os eixos de engrenagens descentralizados (com linhas dos eixos que não se encontram) garantem uma margem de translação do eixo da segunda roda, que pode ser usado em espaços mais limitados.

Contudo, o maior espaço entre os eixos exige o uso mais frequente de lubrificantes. Isso porque a separação dos eixos provoca um deslizamento maior dos dentes, o que aumenta a quantidade de calor. Para evitar problemas, lubrificantes de alta viscosidade devem ser aplicados com certa periodicidade.

Cônicas com dentes espirais

As rodas cônicas com dentes espirais apresentam dentes mais inclinados e curvos, na forma de um espiral, como o nome já sugere. Por ter um formato cônico, esse modelo sustenta cargas muito elevadas, além de ter uma operação mais silenciosa e uma eficácia maior em comparação aos modelos cilíndricos.

Os dentes em espiral são muito requisitados em operações que demandam maior mudança na rotação de eixo. O formato particular dá mais interação e suavidade à movimentação entre as peças.

Por conta da configuração especial dos dentes, esse modelo tem um alto custo de fabricação. A produção de dentes espirais varia de acordo com a finalidade dos diferentes projetos industriais, por isso, normalmente as rodas com dentes espirais são fabricadas de maneira específica.

Vimos ao longo deste post que roda dentada e engrenagem são o mesmo equipamento. Para cada funcionalidade, podemos usar uma nomenclatura diferente. Como vimos, quando o equipamento interagir com um elemento flexível recuado ou perfurado, ele será denominado roda dentada.

Manutenção em motoredutores Siemens

Gostou das informações que encontrou até aqui? Saiba que a roda dentada é apenas um dos equipamentos para as indústrias que geram dúvidas frequentes. A correia dentada é outro exemplo comum! Para saber mais, confira nosso post sobre o que é correia dentada e quando substituí-la.

Avalie e classifique este artigo.

Nota média: 4.5 / 5. Nº de avaliações: 12

Compartilhe este artigo!

Quer receber conteúdos como esses gratuitamente?

Preencha o formulário e cadastre-se para receber os nossos conteúdos exclusivos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.